Luanda - Fui informado hoje, 26/03/ 2021, que supostamente um grupo de jovens afectos ao partido UNITA, no desespero de ver seu partido chegar ao poder, fez circular nas redes sociais com maior destaque para a rede Facebook, informações falsas a meu respeito, no que toca a um eventual pronunciamento feito por mim, confirmando uma suposta derrota do nosso Glorioso MPLA às eleições que se avizinham para 2022 com base em fundamentos supérfluos e infundados.

Fonte: Club-k.net

NOTA DE ESCLARECIMENTO

Quem me conhece bem, sabe que sou e sempre serei um militante empenhado, dedicado, disciplinado e abnegado pelas causas do MPLA. Assumi vários cargos dentro e fora do meu Partido, sendo último como Secretario para as Relações Internacionais do Bureau Político. Um militante desta craveira não encontra espaço para mediocridades.

 

Quero por via desta, comunicar aos angolanos que a informação posta a circular é falsa e dela me demarco na sua plenitude, condenando-a energicamente.

 

Com isso, alerto aos angolanos dentro e fora do País a se manterem atentos e vigilantes face as artimanhas e manobras da UNITA. Outrossim, insto às autoridades competentes do País, que investiguem a fundo os responsáveis desta prática eivada de inverdades e má-fé, de modo que os seus actores sejam responsabilizados judicial e criminalmente. Pois, se fez claro que o fim único deste acto visa manchar o meu bom nome, a minha reputação e, o mais grave, levantar desconfianças entre os militantes e camaradas do MPLA - Partido do qual faço parte.

 

Dizer que, com a participação do soberano povo de Angola, tudo faremos para que o MPLA e o seu cabeça de lista venha inequivocamente sagrar-se vencedor em 2022.

 

Por último, pedir a UNITA e seus aliados que me indiquem onde, quando e em que circunstancias terei feito tais comentários. Assim, permitiria que eu pudesse ir para lá ler, ouvir ou em último caso assistir a mim mesmo.


Viva o MPLA, Viva o seu líder Cda João Manuel Gonçalves Lourenço, Viva Angola!

Cda. Dino Matross
(MPLA)
Luanda,26/03/2021

 



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: