Luanda - Grande Entrevista com Kawiki Sampaio Da Costa

Fonte: Fontedenoticias

"ingressei na OPA e depois na JMPLA e posterior transição para o MPLA"

FN – Quem é Kawiki Sampaio Da Costa , como entrou na vida política

KSC – Nome: Kawiki Sampaio Da Costa, filho de Alfredo Ngola Costa e de Josefa Sampaio, Naturalidade: Malanje.

 

FN – Angola ontem e Angola de hoje o que tem a dizer, principalmente movimento sócio-politico do País?

KSC – Angola no ponto de vista político e social, de forma resumida posso considerar razoável e com pouca instabilidade.

 

FN – 4 de Abril, 19 anos de Paz?

KSC – Sobre o 4 de Abril. É um dia memorável que marcou o fim da guerra entre irmãos apenas desavindos. Felizmente a guerra de arma é um fim. Atualmente temos um país com reflexos de uma guerra onde ainda se vivencia-se situações de pobreza e fome. Este é o desafio desta geração.

 

FN – Consta no seu currículo passagens pelo MPLA, PDA, PRS, CASA-CE? Ao ser verdade quais as funções que exerceu em da um desses partidos?

KSC – Depois de 1975 (ano da independência), depois de uma luta entre irmãos o país esteve dividido em dois blocos, onde um controlado pelo MPLA e outro pela UNITA.

Certamente nasci no lado controlado pelo MPLA.

Jovem na altura em Malanje, ingressei na OPA e depois na JMPLA e posterior transição para o MPLA.

Por razões próprias abandonei e por convite do então Professor Dr. António Alberto Neto em que me pediu para organizar o Partido em que o mesmo era o Presidente PDA. Onde exerci as funções de Coordenador Geral.

Função esta, que era de repor o partido na latitude ao de cima. Fi-lo com dedicação e Zelo.

Um partido que quando entrei tinha apenas 8 militantes. Ou seja, quase o partido esteve fechado. Inseri o partido em 17 Províncias dos 18 que compõe Angola.

Por questão de má gestão do seu lider, abandonei em 2008. Em 2012 à convite de um amigo, apoio a Coligação CASA CE , ocupando primeiro Secretário Municipal de Cacuaco, acomulando com as funções de secretário para Comunicação e Marketing de luanda.

Posteriormente secretário Nacional da organização Juvenil da mesma Coligação como Secretário Nacional para os assuntos Eleitorais e Constitucional. Depois das eleições de 2012 deixar e aderir a UNITA. Nunca fui do PRS.

O homem vive fazendo história e estou fazendo a minha história.

 

FN – Essas mudanças de partido, não acha que confunde a população votante, ou os seus apoiantes são fieis si?

KSC – As mudanças são resultado de um brilho político.

 

FN – A UNITA diz que o Kawiki Sampaio da Costa, sempre fez parte dos serviços de inteligência. Que comentar?!

KSC – Nunca trai em nenhum destes partidos felizmente. Ao contrário de muitos.

 

FN – Declarou que foi um erro eleger Adalberto da Costa Junior como presidente do Partido UNITA e pede a sua destituição, quem pensa que possa ocupar o cargo, para concorrer as eleições de 2022?

KSC – Disse sim que foi um erro enquanto militante da UNITA em nomearmos um presidente que não reune condições para ser cabeça de lista nas eleições gerais, como os nossos Estatutos mandam. Porque até agora o nosso( com as devidas aspas), hoje todos temos dificuldades e com muitas dúvidas a mistura, em que ele seja o nosso cabeça de lista, pois até agora o mesmo mantém com as duas nacionalidades, contrariamente com a constituição da República.

Mas vamos corrigir este erro e estamos a tempo em fazê-lo. Neste caso, realizando um congresso extraordinário para as devidas correcções do ultimo Congresso.

A quando da apresentação da sua candidatura para ao cargo de Presidente do partido, alegava ele (ACJ), apresentar ao seu tempo os documentos que lhe atestavam como ter retirado a outra constituição. Ora, quase 2 anos, não se verificou qualquer evolução face à divulgação exposta.

 

FN – Como é a sua relação com Presidente da UNITA , membros e militantes do partido, uma vez que ocupava uma pasta com relevância?

KSC – Enquanto Secretário Provincial para Mobilização Urbana, minha relação com o Presidente não passava de apenas um vínculo de mero instrumento para tapar o sol com a peneira. Não passava disso, porque o senhor ACJ não é simpático para quem o contrarie.

 

FN – Uma vez que muitos militantes de UNITA e da CASA-CE, hoje estão a militar no MPLA, existe a possibilidade de um dia vermos o Kawiki Sampaio da Costa MPLA?

KSC – Esta possibilidade, ja me foi quase forçado por muitos dirigentes da UNITA para eu voltar no MPLA. Felizmente eu defendo os princípios que nortearam a fundação da UNITA e não saio.


FN – Covid-19?

KSC – Covid-19, a máfia da burguesia contra os menos equiparados.

 

FN – Na luta contra o Combate a corrupção o que tem a dizer sobre a separação de poderes em Angola?

KSC – A luta contra a corrupção, foi uma bandeira do actual Presidente da República JLO. Infelizmente, não passa de um Carrossel para o Inglês ver. O verdadeiro combate à corrupção, só será feita pela UNITA mais com uma direcção comprometida com os desígnio do Muangai.

Que Pena e com bastante lamento a morte do fundador do meu Partido Dr Jonas Malheiro Savimbi, o verdadeiro filho deste país. O MPLA não tem moral de combater a Corrupção, pois o próprio MPLA é o cancro da corrupção. Deixem a UNITA ,mas não com actual direcção.

 

FN – Caso vila de Cafunfo, posição tomadas pelo governo e partidos políticos?

KSC – Caso Cafunfo, um terrorismo a moda das grandes ditaduras africanas. Infelizmente, a posição dos partidos da oposição deixou muito a desejar.

A UNITA tentou fazer um folclórico oposição em pensar que bastava lá ir e depois como sempre, terminava com uma conferência de imprensa e depois tudo fica por ali.

 

FN – Gostaria de falar sobre alguma coisa que não lhe foi perguntado?

Faço um apelo aos militantes do meu partido UNITA. Mantenhamo-nos calmos e serenos, a nossa luta é e esta na salvação do Projecto que levou muita gente, e em que até o seu líder fundador deu a sua vida.

Focamos da UNITA um verdadeiro instrumento de luta contra este regime e, não e nunca aceitar salvar interesses de alguns simuladores do teatro político. Salvar a UNITA é e será a nossa primeira missão doravante.

Um braço do vosso filho,

Kawikh Sampaio Da Costa.



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: