Luanda - DENÚNCIA: Senhora Suzana de Abreu, Administradora Municipal do Belize, asfixia a população deste com práticas indecorosas, pelo que solicitamos investigação e exoneração imediata pelos órgãos de Direito.

Fonte: Club-k.net

Introdução.

Belize não merecia o triste destino de ser, hoje, uma terra abandonada e sem qualquer sinal de desenvolvimento substancial.


Belize é a terra do tal povo Heróico e Generoso de que se cita no Hino Nacional. Porque foi este povo que recebeu/acolheu e ajudou o MPLA quando chegou do Congo Brazaville a caminho de Luanda, antes da independência. As nossas generosas Mamãs cuidaram, cozinharam e alimentaram os militares que por esta terra passaram durante a luta de libertação. Os Cdas João Lourenço, Dino Matrosse, Lopo do Nascimento, entre outros, conhecem bem os feitos do povo de Belize. Como podem se esquecer desta tamanha GENOROSIDADE!

Antecedentes/Denuncia


Foi no ano de 2020 que se nomeou a Dra Suzana de Abreu para Administradora do Município de Belize, onde foi recebida com alegria e espírito de cooperação pelos munícipes. Contudo, passados alguns meses a população viu-se confrontada com inúmeras situações de desgoverno e desmandos perpetrados pela Entidade máxima do MPLA e do Governo nesta parcela de Angola.

Somos porta-vozes da indignada população do Município do Belize. Cabe-nos, por isso, o dever de denunciar os seguintes desmandos e comportamentos indecorosos para as competentes autoridades investigarem e tomarem as devidas medidas:


1- Deparamo-nos com uma Administradora ARROGANTE que se diz ser a mais culta do município e que nada pode OUVIR e APRENDER dos seus Colaboradores Directos, muito menos da população, maioritariamente, Camponesa e Analfabeta;

2- Gaba-se de que ninguém a pode mexer por ser da confiança do Senhor Governador Eng. Marcos Nhunga;

3- Deparamo-nos com uma Administradora que está a vandalizar os parcos recursos Financeiros postos sob sua gestão, para não citar muitos exemplos:

a)- Usando um negócio simulado e superfaturando, sacou dos cofres do Estado 10.000.000,00 kz supostamente destinados à reabilitação do Centro Cultural do Belize-sede e Armazém da Administração Municipal, sem se ter feito nada que justificasse o custo. Fez-se uma pintura e mais nada, quando esperavamos, pelo menos, pela colocação de portas novas ou assentos no respectivo Centro, extorquindo assim os já magros recursos do nosso erário;


b) É prática comum a Sra. Administradora usar engenharias financeiras que lezam o bem público e recorrer às velhas práticas de NEPOTISMO e AMIGUISMO para escoamento dos dinheiros que vai roubando do Estado. Assim, para a prática destes atos vergonhosos ela tem utilizado a empresa JELUSIMA pertecente ao seu Primo Irmão, o actual Soba do povoação do Matembo e empresas de amigos provenientes de Cabinda-Capital.


4- A senhora Administradora, ao decidir não pagar as dívidas contraidas pelos seus antecessores às empresas locais, sufocou-as e correm o risco de desaparecer no actual clima de crise ecnómica agravada pelo Covid-19. A ser assim, agravou o nível de desemprego da população, o que afecta com mais gravidade a juventude local;

5- As acções da Sra Suzana Abreu asfixiaram em falência o Senhor Mutheco, o maior comerciante do município;

6- As constantes ausências da Senhora Administradora do Município é outro motivo de preocupação.


Portanto e por todos esses casos e comportamentos aqui denunciados, não nos parece acertada a decisão do MPLA e do Governo Provincial mandar uma Administradora que ao invês de resolver os problemas do povo, está mais interessada no ilícito enriquecimento dela e dos seus em detrimento do povo.


As suas vergonhosas atitudes de arrogância, humilhação aos colaboradores e estilo autoritário de gestão estão a semear pânico e desepero entre a população, pelo que solicitamos ao Eng. Marcos Alexandre Nhunga que nos envie um verdadeiro líder; alguém interessado em resolver as nossas dificuldades e os problemas do povo e não um(a) marimbondo(a), sob pena de afugentar o elitorado do MPLA cá no Belize em 2022.


Sabemos também que a Dra Suzana Abreu não é flor que se cheire e tampouco responsável. É uma pessoa desonesta e com elevado deficit nas relações humanas, uma das razões pela qual foi afastada do Malongo/Cabinda Gulf onde trabalhava há anos.


O POVO SOFREDOR DO BELIZE!

Belize aos 12 de Abril de 2022

 



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: