Luanda - A semana passada a VOA deu a conhecer que um grupo de 153 comandos da antiga 23ª companhia das forcas armadas angolanas, destacada desde 1995 na província de Lunda Norte estavam  a exigir o pagamento dos seus salários e a sua reintegração no exército nacional.

 

Fonte:  Club-k.net


Entretanto,  na sequencia do acompanhamento que se tem vindo  a efectuar em relação a este  caso relacionado a desvio de comandos das Forças armadas angolanas para uma empresa de  segurança privada  afecta a generais, a "Teleservice", e depois das denuncias, o caso ganhou uma outra dimensão.  Altas patentes das FAA parece terem sido  puxado as orelhas pelo comandante em chefe.


Assim, os principais responsaveis do grupo  reivindicadores (primeiro sargente Gaudencio Januario Finete e tenente Trindade Adão Diogo Pedro), foram convocados pelo Tenente General Hugo Leitão Chefe adjunto da Direcção Principal de pessoal e quadros do EMG das FAA, a comparecer depois de amanhã, portanto, segunda-feira, pelas 10 horas para um encontro com o chefe de Direcção principal de pessoal e quadros das FAA, o Almirante Emilio de Carvalho "BibÍ" em Luanda.


Pequeno historial da 23ª companhia de comandos de divisão das tropas especiais em conflito com os generais


A vigésima terceira companhia de comandos foi formada de Março 1992 á Fevereiro de 1993 em Kapangombe Minguez em caboledo, Provincia do Bengo. Foi a primeira companhia do primeiro batalhão de comandos nas FAA, comandado na altura pelo falecido Tenente-coronel Paixão do Coito Finete que é natural da província do Namibe, antigo combatente das FAPLA desde 1976. Esta mesma companhia a pôs o juramento de bandeira em Fevereiro de 1993 teve como o comandante, o capitão José Catanguês que veio a falecer  em Lucapa, ao serviço da empresa de segurança privada teleservice.


O capitão José catanguês o primeiro homem a comandar estes jovens que ostentavam o símbolo de tigre era natural da província do Moxico. De entre as grandes batalhas travadas por esta  vigésima terceira companhia, no âmbito da reposição do poder do estado, isto é  na guerra contra as extintas tropas do galo negro, destaca-se o socorro as tropas do General  Sukissa no Huambo, ainda na fase prematura de preparação, e mais tarde, já na qualidade de comandos das faa, enfrentaram as batalhas de Benguela, Ganda Cubal, Chongori, nas Lundas no Canfunfu, Kuanza Norte, Maria Teresa, kambambi, Dondo e na Provincia de Cabinda, as batalhas de BukuZau, beniz, Miconji, Mixombo e outras localidades.


O primeiro sargento desta companhia Gaudencio Januário Finete, em visita a família no namibe disse que os irmão  Generais: Antonio Emilio Faceira e Antonio Luis faceira, fizeram das forças armadas, a força de trabalho barata ao serviço da empresa privada de segurança, conhecida por tele-service .


A reintegração nas unidades de origem, o pagamento de 360 meses de salários ou seja 15 anos e a reconversão de patentes são de entre as reivindicações dos componentes desta vigésima terceira companhia dos comandos. Actualmente a direcção de tropas especiais também conhecidos por comandos, é dirigida pelo Tenente General António Filomeno Costa Pereira



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: