Lisboa – A governador provincial do Luanda, Joana Lina Ramos Bastista Candido, remeteu ao palácio presidencial, uma proposta para exoneração da sua vice-Governadora para os Serviços Técnicos e Infraestruturas, Elisabeth de Fátima Fonseca Tavares Matos Rafael, no cargo desde Maio de 2019.

Fonte: Club-k.net

Para substituição de Elisabeth Rafael, a chefe do executivo provincial de Luanda, enviou uma lista de candidatos na qual incluiu, o nome do recém exonerado administrador município do Talatona, Ermelindo da Silva Gonçalves Pereira.

 

O pedido de afastamento da vice-governadora de Luanda, terá criado estranheza em meios do palácio presidencial tendo em conta que Joanas Lina, foi recebida, no mês de Abril, na cidade alta, e fora comunicada que “estaria a prazo”, num processo em que já está em curso o estudo de perfil de potenciais candidatos a sua substituição que deve ocorrer nos próximos meses.

 

O recomendável, segundo esclareceram ao Club-K, seria dar oportunidade ao futuro governador, escolher os seus próprios “vices”, ao invés de herdar adjuntos indicados por Joana Lina Candido.

 

Ermelindo Pereira, o dirigente que ela apresentou na sua lista para a pasta de vice-governador para os Serviços Técnicos e Infraestruturas, é o administrador municipal que junto com um outro dirigente juvenil Hélder Manuel Jardim do Nascimento Balsa viram os seus nomes a serem recomendados “superiormente” para serem afastados das administrações em que estavam colocados. Hélder Balsa era até poucos meses, o administrador Distrito Urbano da Samba tendo sido exonerado no seguimento de reclamações envolvendo o seu nome em traspasse numa zona de venda de peixe, em Luanda, dominada por “praia das mabunbas”.

 

Hélder Manuel Jardim Balsa, é filho de uma antiga ministra das pescas e a sua família é notabilizada como estando nos negócios de peixe, em Angola.

 

A nível do partido, a inclusão do nome de Ermelindo Pereira nesta lista de Joana Lina, é encarada como uma medida para “armadilhar” a ascensão desde quadro jovem cujo nome também consta de uma outra lista para candidatos ao posto de governador provincial de Luanda.


Ermelindo Pereira já foi vice-presidente da comissão administrativa de Luanda, membro do Comité Provincial e a data altura próximo ao recém “ressuscitado” Primeiro Secretario do partido, Bento Francisco Bento, apesar deste ultimamente reclamar em privado que lhe foram "ingratos". A visão as autoridades “é nomear alguém em Luanda que governa, em sintonia com o camarada Bento Bento”, segundo alerta um fonte interna.

 



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: