Luanda - Como angolanos e amigos de Angola, protestamos contra a iniciativa do Hotel Portugália em Malanje que colocou uma estátua racista no seu átrio. Conscientes do respeito devido a cada ser humano e à memória de todos os povos do mundo, viemos com esta petição exigir a retirada imediata desta estátua do hotel.

Fonte: Club-k.net

Criar uma humanidade maior envolve a reformulação completa dos imaginários que consideramos naturais, pois podem penalizar alguns e favorecer outros. E surpreendemo-nos que, apesar da actual dinâmica mundial, que questiona o lugar dado aos heróis de uns que por vezes são algozes de outros, o Hotel Portugália tenha optado por expor e manter no seu átrio uma tal estátua, que mostra um homem branco feito Anjo, com armadura antiga e uma espada apontada, que esmaga com o pé esquerdo a cabeça de um homem negro feito Diabo, prostrado no chão e acorrentado. Esta imagem recorda na história os imaginários que a Europa construiu para impor o seu domínio aos outros povos do mundo. Isso é inaceitável, e impô-la em um país onde a maioria da população é negra constitui até um desprezo indizível, para não dizer uma afronta ou provocação.

 

A exibição de tal estátua lembra o pensamento de uma era tenebrosa e racista, que fere profundamente a memória dos Negros. É um ataque intolerável à dignidade humana. É por isso que intimamos a administração do hotel a retirá-la do estabelecimento o mais rápido possível. Não tem lugar lá ou em Angola. Daremos um prazo de 10 dias para a remover, com provas. Depois dessa data, vamos recorrer ao Tribunal, porque o racismo é crime.

 

Para sustentar o nosso protesto, quem quiser pode consultar as imagens da estátua publicadas num vídeo que muito circulou nas redes sociais.

 

Contactos do Hotel Portugália:

+244 935 714 668
+244 251 235 589
Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.
Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

Primeiros assinantes:
Ricardo Vita (Colunista e Headhunter), Domingos Da Cruz (Escritor), Bonga (Músico), Kalaf Epalanga (Músico e Escritor), Alexandra Loras (Ex-Consulesa de França em São Paulo e Activista), Mylene Ramos (Ex-Juíza Federal do Brasil), Armando Cabral (Modelo e Empresário), Sam Lambert (Designer), Assis Capamba (Político reformado), Felício Manu (Economista), Binelde Hyrcan (Artista plástico), Dom Pedro (Cineasta), António Tusamba (Pastor), Suzana Tusamba (Evangelista), Maria Júlia Monteiro Jaleco (Professora reformada),….

Assine a petição aqui no site de change.org: http://chng.it/wF68kBDsYk

 



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: