Lisboa – A procuradoria da região militar Luanda das Forças armadas angolanas (FAA), emitiu um mandato de buscas e apreensões para a recuperação de viaturas pertencentes a Casa de Segurança da Presidência que terão sido “escondidas” , numa quinta, em Viana, detida pelo Director- Adjunto para a Área Técnica do Gabinete de Reconstrução Nacional, tenente-general Manuel José Cardoso do Amaral Van-Dúnem “Manecas”.

Fonte: Club-k.net

As viaturas importadas ao custo total de cerca de sete milhões de dólares, foram segundo apurou o Club-K, compradas pela Casa de Segurança mas reservadas para oficiais e operativos do Serviço de Inteligência e Segurança Militar. As mesmas nunca chegaram ser distribuídas porque o antigo chefe do SISM, general Antônio José Maria recusava a distribuir aos destinatários, tendo-as privatizado.


Manuel José Cardoso do Amaral Van-Dúnem “Manecas”, o general que as qguardou em na sua quinta, algures na zona do Kelombe, em Viana, trabalhou com o general Manuel Hélder Vieira Dias “Kopelipa”, no extintivo Gabinete de Reconstrução Nacional (GRN), onde exerceu o cargo de director adjunto para as áreas Técnica. Saiu deste gabinete depois de “Kopelipa” ter convencido o antigo presidente a Director da Unidade Técnica de Gestão de Saneamento de Luanda.

 

O tenente-general “Manecas” é irmão de um antigo ministro da Defesa Nacional e actual deputado do MPLA, Cândido Pereira dos Santos Van-Dúnem.

 



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: