Lisboa – O Presidente da República, João Manuel Gonçalves Lourenço,  viaja na manha desta  sexta-feira (4) para o Congo-Brazzaville para tomar parte de uma conferência extraordinária dos Chefes de Estado e de Governo da Comunidade Económica dos Estados da África Central (CEEAC) sobre a situação política e de segurança na República do Chade.

Fonte: Club-k.net

A deslocação do Presidente de Angola, antecede a um encontro realizado  na passada quarta-feira (3), em Luanda,  com o novo chefe de Estado do Chade, Mahamat Idriss Déby, e presidente do Conselho Militar de Transição (TMC).

 

Para esta conferência extraordinária  a ter lugar no subúrbio de Brazzaville, Kintélé, o Presidente de transição do Chade Mahamat Idriss Déby, será representado pelo chefe do governo, Albert Pahimi Padacké.

 

A situação da segurança em todo o Chade permanece frágil e o  seu desenvolvimento é  incerto. O contexto político, econômico e social ainda é muito tenso, com possibilidade de ocorrência de manifestações e alguns excessos. No dia em que o líder da transição foi recebido em Luanda, o ministro das relações exteriores de Angola, Téte António, explicou que uma situação de instabilidade no Tchad pode afectar toda região da África central.

 

A CEEAC é composta por onze estados membros: Angola, Burundi, Camarões, República Centro-Africana, Congo, República Democrática do Congo, Gabão, Guiné Equatorial, Ruanda, São Tomé e Príncipe e Chade.



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: