Benguela - Se ainda existirem dúvidas quanto ao clima pré-eleitoral em Benguela, uma importante praça política, ficam dissipadas com o cenário vivido nas últimas horas no município do Lobito.


*António Zeferino Punga
Fonte: Club-k.net


Há um mês em convívio com rumores que apontavam para a sua exoneração, confirmados nesta quarta-feira, 23, o ex-administrador do Lobito, Carlos Vasconcelos, desancou sobre o regedor municipal a ira causada pelos fantasmas do adeus à AML, numa reação a supostos indicadores de avanços da UNITA na briga pela conquista do eleitorado.

 

Carlos Vasconcelos, mais conhecido por "Cacá", não gostou do barulho, pela positiva, em torno da visita do deputado Adriano Sapiñala à Regedoria Municipal, onde deixou uma oferta simbólica (um sofá), e, dias depois, distribuiu raspanetes a autoridades tradicionais pela pomposa recepção proporcionada ao secretário provincial do "galo negro".


Há quem diga que Vasconcelos, agora exonerado do cargo, tenha distribuído ralhetes em tons a roçar a falta de respeito.


Mas o MPLA, partido que não costuma deixar os seus créditos em mãos alheias quando estiver em causa a disputa eleitoral, enviou ao local, hoje, um conhecido mobilizador, o empresário Belito Xavier (na foto), para ofuscar a visita de Sapiñala.


Ficou demonstrada a confiança do partido no poder em Belito, que, segundo fontes bem posicionadas, não tendo prometido o "céu", deixou a possibilidade de algumas benfeitorias na Regedoria e de atenção permanente ao quotidiano da instituição.

 

 



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: