Luanda – O administrador municipal do Cazenga, Tomás Bica Mumbundo, é citado como tendo estado em momento de celebração, nos últimos dias, depois de lhe terem passado uma informação errada  de que seria, ele  a aposta de João Lourenço para substituir Joana Lina no  governo provincial de Luanda. A informação que veio a saber ser   “incorrecta” ,  lhe terá  sido vazada por alguém do gabinete do Secretario Geral do MPLA, Paulo Pombolo.

Fonte: Club-k.net

JÁ NÃO ATENDEU CHAMADA PARA IR NA MARCHA DO "PARTIDO" 

De acordo com apurações, o administrador Tomás Bica Mumbundo terá levado a serio a “comunicação informal”   sendo que o diretor de seu gabinete Aniceto Cunha,  desdobrou-se  a transmitir aos seus colaboradores  municipais de que iriam se mudar, "em breve" para o palácio do governo provincial de Luanda.

 

Desde o ano passado, o MPLA tomou a decisão de que o governador de Luanda e o Primeiro Secretario do partido não deveriam ser a mesma pessoa, mas também nenhuma das partes deveriam interferir no trabalho do outro. No sábado (26), o então “futuro governador” , já não atendeu uma convocatória de Bento Bento, para participar numa marcha organizada pelo MPLA, em Luanda.

 

Paralelamente grupos a si conotados foram vistos a celebraram a “futura nomeação” de Tomás Bica, anunciado que o documento já estava na mesa de João Lourenço e que iria impulsionar a capital do país. “Já está na mesa o Despacho de Exoneração da Governadora de Luanda Joana Lina. Na lista de substituição está um jovem vozes do corredor diz ser o Tomás Bica. Tudo isso para impulsionar Luanda”, lê-se na mensagem atribuída aos apoiantes de Tomás Bica.

 

Por volta das 13h, de Angola desta quarta-feira, os apoiantes de Tomás Bica viram se forçados a suspender a comemoração da suposta nomeação, depois de a Rádio Nacional de Angola (RNA) ter anunciado no seu jornal que a nova governadora de Luanda, se chama,  Ana Paula Chante Luna de Carvalho.

 



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: