Lisboa – O Presidente da Guiné-Bissau, Umaro Sissoco Embaló não ficou para o jantar que o seu homologo João Lourenço proporcionou sábado (17), em Luanda, para os chefes de estado e de governo que participaram na XIII conferência da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP).

Fonte: Club-k.net

Assim que a cimeira terminou no período da tarde, Sissoco Embaló comunicou que tinha uma outra agenda na qual iria receber e jantar neste dia, com o chefe de Estado da RDC, Felix Tshisekedi, igualmente Presidente em exercício da União Africana que efectuou uma visita oficial à Guiné-Bissau.

 

A presença do Chefe de Estado guineense em Luanda, foi anteriormente alvo de atenções tendo em conta o mal estar que se registrou nos últimos meses, com o seu homologo angolano resultando em episódios de hostilização mutua.

 

Sissoco Embaló chegou sexta-feira à Luanda transportado numa aeronave posta a disposição pela força aérea da Nigéria. Ao chegar foi recebido no aeroporto da capital angolana por Adão de Almeida, Chefe da Casa Civil da PR angolana. No dia seguinte foi recebido em audiência por João Lourenço.

 

Nesta ocasião, Angola e a Guiné-Bissau assinam um memorando de entendimento relativo à cooperação financeira e que prevê a reestruturação da dívida de mais de 40 milhões de dólares a favor do Estado angolano. Foram protagonistas do acordo o secretário de Estado para a Cooperação Internacional e Comunidades de Angola, Domingos Vieira Lopes, e pela Guiné-Bissau assina o secretário de Estado do Tesouro e Contabilidade, Elísio Té.

 



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: