Londres - Carolina Cerqueira, a Ministra da Comunicação Social revela-se preocupada com o ambiente de intrigas pessoais (divergências internas) que ocorrem na direcção do Jornal de Angola. Na sua mais recente visita a aquela empresa, a governante sugeriu a direcção, para internamente, encontrar mecanismo que ajudem a ultrapassar estas quesílias.

Fonte: Club-k.net

Director do JA  e o  seu adjunto não se falam

Nas edições Novembro (empresa que gere o  Jornal de Angola), o director geral, José Ribeiro não fala com o seu adjunto para informação,  Filomeno Manaças. Por sua vez, ambos não nutrem simpatia pelo director do Jornal dos  Desportos,  Matias Adriano de quem guerreiam.


Durante a visita da Ministra Carolina Cerqueira, o director do Jornal dos Desportos foi alvo de uma avaliação  “negativa” por parte de  José Ribeiro, porem contrariada por quadros cuja coragem de contrapor no momento foi omissa.

 
Em resumo, José Ribeiro fez  a seguinte avaliação do responsável dos Jornal dos Desportos, Matias Adriano:


- Falou de erros de brasileirismo no Jornal dos Desportos, da primeira a última página. Funcionários do JA consideram que o mesmo terá faltado à palavra porque entendem que  os citados brasileirismos ocorrem “sim” em páginas (poucas) que inserem matérias tiradas da Internet. O Jornal dos Desportos é descrito como não sendo de conteúdo internacional da primeira a última página.


- Ribeiro disse ainda no seu relatório que ao Jornal dos Desportos já foram atribuídas 20 viaturas. Os funcionários desconhecem a época em que isto ocorreu e onde param estas viaturas.


- Disse também que instrui a direcção do título a atribuir as viaturas adquiridas para o CAN a alguns editores depois de terminado o evento. Dizendo que a não proceder assim se tinha desobedecido a sua instrução. Observadores internos dizem ser “Tudo mentira”.


Ribeiro terá surpreendido pela negativa no encontro com a ministra. Ele que era apontado como um “bom camarada” passou a ser visto como omissor da verdade. Segundo um observador, o mesmo  “ Mentiu em demasia a ministra. Mas devia saber que ela, a ministra, já foi com toda informação”. A auscultação era só para confirmar”.


“Mas o essencial é o que tem a ver com a gestão administrativa da empresa. Ai sim, José Ribeiro saiu, sem contestação com nota 20. O resto, são fricções pessoais que eles entre colegas quando entendidos podem ultrapassar.” , finalizou.


Divergência com Filomeno Manaças 


No encontro com a ministra, em que foram aflorados vários casos de indisciplina, o ambiente de crispação entre J  Ribeiro e Filomeno Manaças  foi omitido por falta de voluntario que se  disponibiliza-se a avaliar as duas figuras máximas do Jornal de Angola.


De acordo com informações de dentro, Filomeno Manaças tem o histórico de “um indisciplinado”. Uma das suas acções que terá marcado os seus colegas esta relacionado a um incidente em que terá feito recurso a palavrões numa discussão com, o assessor do Jornal de Angola, Artur Queirós. Manaças, conforme revelação  teria numa segunda ocasião agredido  fisicamente a pessoa em referencia.


O   problema do actual director geral adjunto para a informação é que “leva a peito coisas mesquinhas”, segundo referencia interna. Tem também problemas com o director do Jornal dos Desportos de quem se diz guerrear por questão pessoal, numa  birra que  remonta da década passada. Diz-se nos corredores da empresa que Matias Adriano terá tido um caso com uma colega de quem Manaças também pretendia. Mas tendo este sido batido na corrida, colocou-o de ponta. Em ocasiões profissionais chegou a suspender o “rival”.


Gestão de José Ribeiro


José Ribeiro pelo trabalho de remodelação da empresa que tem desenvolvido ao longo da sua gestão poderá continuar no cargo, segundo vontade dos funcionários que recorrem a uma linguagem desportiva para que diga que em equipa ganhadora não se mexe. Desde a sua chegada houve sinais de mudanças em relação ao seu antecessor Luís Fernando.


Em termos de gestão, Carolina Cerqueira terá encontrado as Edições Novembro, (que tutelam o Jornal de Angola, Jornal dos Desportos e Jornal de Economia e Finanças) arrumada. Os Salários e impostos estão em dia, além da existência de uma estratégia que visa tornar a empresa mais rentável.



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: