Huambo - Habituado a colocar os pés pelas mãos, uma das peças-chave do Presidente do MPLA, para desbaratar a Oposição está longe de atingir tal proeza.

Fonte: Club-k.net

Para dar resposta a ACJ, o Presidente do MPLA J'LO tirou da cartola três "coxos políticos": Norberto Garcia, Bento Bento e o general José Tavares Ferreira. Cada tem uma missão específica.

 

O general José Tavares Ferreira tem sido apontado, de forma recorrente, como o promotor de instabilidades internas na UNITA, onde facilmente sensibiliza "kawik's" para abafar a popularidade do seu Líder, Adalberto Costa Júnior.

 

O trio é, nada mais nada menos, o principal timoneiro e o cérebro de toda operação para desestabilizar os Opositores dos Camaradas. Mas a falta de seriedade dos três masoquistas tem contribuído para queda abrupta da imagem do Presidente da República e do partido no Poder, João Lourenço.

 

A Frente Patriótica Unida veio baralhar ainda mais às contas do General, que já revelou ter défice de estratégia política, ou seja, Tavares só tem uma "única finta": corromper militantes com o dinheiro público.

 

Entretanto, destruir a sincronia da "TRIPARTIDA" não está a ser tarefa fácil para os trio de Mosquiteiros face a coesão ideológica e sentimento patriótico reinante na tríade liderada por Adalberto Costa Júnior, Filomeno Vieira Lopes e Abel Epalanga Chivukuvuku.

 

Caso para dizer que os "coxos políticos" não têm bagagem nem arcabouço para seduzir políticos e/ou militantes com a verticalidade moral do Trio, que quer livrar os angolanos das amarras do MPLA.

 

Gestor de um "saco sem fundo", Tavares Ferreira ja "torrou" vários bilhões de kwanzas para alimentar a "pornografia política", com direito a cobertura jornalística dos órgãos de comunicação social públicos, vulgo "Quarto do Poder".

 

Os actos de corrupção do MPLA, perpetrado pelo Gen. Tavares, e sua turma, ao corromper meia dúzia de "gatos pingados" com milhões kwanzas, leva milhões de cidadãos angolanos a depender do lixo para sobreviver.



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: