Luanda - Contra todas as expectativas, o Presidente da República voltou a mexer o tabuleiro de xadrez e fez uma jogade de Mestre, digna de aplausos, em nome do Estado Democrático e de direito.

Fonte: Club-k.net

Arrisco-me a dizer que, muitos fazedores de opinião e actores da sociedade civil, jamais imaginavam que o Titular do Poder Executivo e, igualmente, Presidente do MPLA, iria "chumbar" a Lei de Alteração à Lei Orgânica sobre as Eleições Gerais, "exigindo" uma reapreciação do referido documento.

Ao proceder o "veto técnico" da promulgação da Lei Eleitoral (LE), o Xadrezista J'LO dá oportunidade aos deputados da maior Bancada Parlamentar da AN, no sentido de transformar à LE num instrumento que garanta uma maior igualdade entre os concorrentes para o bem da democracia.

A nossa esperança estará depositada mais uma vez nas mãos dos partidos da Oposição, é sobretudo, da bancada parlamentar do MPLA, no sentido de agirem com patriotismo e a pensar nas próximas gerações.

A honestidade intelectual recomenda que devemos reconhecer pontos positivos dos nossos "adversários", e quanto ao "barulho" produzido sobre aprovação da Lei Eleitoral, J'LO ficou bem na fotografia e mostrou que também sabe ouvir a Oposição e a sociedade civil.

Para os activistas sociais e partidos políticos da Oposição, que já prepararam o material de propaganda para protestar às trafulhices do MPLA, relativamente à Lei Eleitoral, só lhes resta destruir os refidos cartazes e guardar o fôlego de repúdio contra os causadores do sofrimento dos angolanos.

De forma intermitente, o Xadrezista vai dando o ar da sua graça, sabe-se lá se é meramente por falha de memória e acaba traindo o seu partido, constituído por sanguessugas e criminosos, ou trata-se apenas de mais operação de charme para resgatar a sua popularidade.

Por estas e por outras, o PR J'LO ainda está longe de ter o meu apoio nas urnas, tendo em conta que ainda é uma miragem termos um país harmonizado do ponto de vista de justiça, onde as instituições são, literalmente, fracassadas e dominadas por militantes do MPLA, e por termos um país que assiste a comunicação social a ser sufocada pelo sistema ditatorial e a corrupção agora anda à boleia do PIIM.

Entretanto, neste momento resta-me fazer uma vênia ao Xadrezista J'LO, por ter dado mais um sinal de um verdadeiro Estadista ao salvaguardar lisura e verdade eleitoral.

O veto do PR a Lei de alteração à lei orgânica sobre as eleições gerais deixa três mensagens fundamentais: Passou a mensagem de que a vontade do seu Partido não pode sobrepor-se ao interesse do Estado, Recomenda aos seus correligionários mais flexibilidade nas negociações, e finalmente, exerceu o verdadeiro papel de Chefe de Estado.

 



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: