Luanda – As autoridades angolanas estão há quatro meses sem poderem passar licenças para o funcionamento de novas farmácias e de distribuidores de medicamentos em território nacional. O motivo segundo apurou o Club-K, deve-se ao facto de está aguardar pela nomeação de Director-Geral para chefiar recém criada Agência Reguladora de Medicamentos e Tecnologias de Saúde (ARMED).

Fonte: Club-k.net

Criada em Junho do corrente ano, a ARMED, substitui a extinta Direcção Nacional de Medicamentos e Equipamentos cujo pessoal e equipamentos transitam para a nova agência, que terá sede em Luanda e será tutelada pelo Ministério da Saúde.

 

A nova agencia será a entidade responsável pelas acções de regulação, regulamentação, licenciamento e fiscalização no domínio dos medicamentos de uso humano e tecnologias da saúde. O director-geral deverá ser um técnico licenciado em ciências farmacêuticas, preferencialmente vinculado ao serviço Nacional de Saúde, com mínimo de dez anos de experiência profissional.

 

Desde as ultimas semanas que o ministério da saúde tem recebido varias reclamações de novas autores reclamando que os seus projectos de farmácia e distribuição de medicamentos tem estado estagnados uma vez que a nova agencia ARMED não pode emitir licenciamentos por falta de diretor. Fontes do Club-K, esclareceram que a nomeação de um futuro diretor-geral da ARMED, esta prevista para “breve”.



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: