Luanda - Compatriotas e correligionários. 1.Há 55 anos os Conjurados do Movimento do 13 de Março deram a conhecer à África e ao Mundo o nascimento de um novo movimento de libertação nacional concebido para a conquista da liberdade, independência total, democracia, soberania e primazia do povo angolano.

 

2.Um Movimento, assim concebido, está condenado a perdurar sejam quais forem as adversidades que tiver que enfrentar!

 

3.O ataque perpetrado pelo regime contra o Estado Democrático e Direito, através do Acordão 700/2021 do TC, e contra a UNITA, põe a prova a resiliência do povo angolano, a audácia da juventude e coerência política e ideológica da UNITA.

 

4.O regime quer impor a sua vontade através do Tribunal Constitucional, mas a vontade da UNITA é a vontade da maioria dos seus membros, expressa no XIII Congresso Ordinário, realizado de 13 a 15 de Novembro de 2019, que elegeu o Sr Eng. Adalberto Costa Júnior, Presidente da UNITA, por isso, vamos com serenidade, audácia e fé contornar o obstáculo que foi colocado pela ditadura.

 

5.Neste momento o destino do povo angolano está nas nossas mãos e a chave é a unidade e confiança no Projecto de libertação dos excluídos!

 

6.Nada está perdido! Com clarividência, espírito de missão e vontade inabalável de protaganizar a alternância do poder, confiemos na Direcção da UNITA!

 

7. Como dizia o nosso mestre, "nós não criámos a UNITA porque alguém nos mandou; nós criámos a UNITA por um imperativo de consciência", por isso, nenhuma vontade estranha à UNITA vai mandar na UNITA! Quem manda na UNITA é o povo angolano!


Quem manda na UNITA são os membros da UNITA!

 

8.Que os nossos heróis e mártires nos inspirem maior devoção à causa pela qual partiram, para que com a graça de Deus a nossa Pátria se realize una, democrática, desenvolvida, moderna, com justiça social e económica, livre do medo, da pobreza, da corrupção e do analfabetismo.

 

9.Angola está com a UNITA!

Liberty Chiyaka



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: