Luanda - Um serviço de inteligência ou serviço de informações é geralmente um departamento governamental, cuja função é a coleta de informações relacionadas com possíveis ameaças à segurança do estado.

Fonte: Club-k.net

Além de trabalhar na coleta ou recolha de informações, os serviços também tentam evitar a ação de serviços de inteligência estrangeiros em seu país (contra espionagem).

 

O caso dos serviços secretos de angola (SINSE) não presta serviços para o estado mas sim para o partido no poder porque o serviço prestado é equiparado a Inteligência competitiva e não de serviços secretos de uma nação.

 

Na esfera privada (empresas), os "serviços de informação" ou "inteligência" são chamados de "Inteligência competitiva (IC)" ou "informações de negócios" e são contratados para pesquisas de antecedentes criminais de candidatos a cargos de confiança, levantamento de informações sobre métodos dos concorrentes, realização de investigações de fraude empresarial e a localização de pessoas e bens para a recuperação de ativos desviados.

 

Inteligência Competitiva é a atividade de coletar, analisar e aplicar, legal e eticamente, informações relativas às capacidades, vulnerabilidades e intenções dos concorrentes, ao mesmo tempo monitorando o ambiente competitivo em geral. Na prática este é a actividade desenvolvida pelo SINSE que ao sinse cabe vigiar os líderes de partidos políticos que para este órgão são os competidores do MPLA. E que são estes estes alvos Dr. ABEL EPALANGA CHIVUKUVUKU e Eng. ADALBERTO DA COSTA JUNIOR por serem os únicos autores políticos que ameaçam o poder político na verdade os seus competidores não são a UNITA ou o PRA-JA Servir Angola como instituições.

 

A definição de Zanasi (1998) para sistema organizacional inteligente traz a essência da Inteligência Competitiva (IC) ao descrever esse sistema como elemento essencial para que as empresas possam: coletar informações do ambiente externo para entender as forças e fraquezas dos competidores; avaliar sua própria competitividade; prever as intenções dos competidores e as expectativas dos clientes e prever ações governamentais.

 

Um Sistema de Inteligência Competitiva busca transformar dados em informação e estes em inteligência.

 

Já a inteligência fornece um grau de previsão das coisas que possam causar um impacto na organização. O MPLA prevendo a sua derrota em 2022 com os dados recolhidos pelo SINSE engendrou o seu plano com a não anotação do PRA-JA Servir Angola e a diabolização usando os órgãos de comunicação social e em ultimo caso o Tribunal Constitucional para anular o congresso que elegeu o Eng. Adalberto Costa Júnior usando os orgãos de Justiça e a Imprensa estatal, com as prática antiga de compra da consciência dos militantes transferência de militantes come-se de jogadores de futebol se tratassem chegando a época das transferências de clubes.

 

Jacobiak define Inteligência Competitiva como a "atividade de gestão estratégica da informação que tem como objetivo permitir que os decidem se antecipem às tendências dos mercados e à evolução da concorrência, detectem e avaliem ameaças e oportunidades que se apresentem em seu ambiente de negócio para definirem as ações ofensivas e defensivas mais adaptadas às estratégias de desenvolvimento da organização" (a ameaça da perca do poder em 2022) visto que o MPLA é apenas um projeto de manutenção do poder e não de sociedade. Dai a necessidade de inviabilizar o PRA-JA usando o Tribunal Constitucional e hostilizar o Eng. Adalberto Costa Junior usando as mídias Estatais.


Luanda 9 de Outubro de 2021

Ramiro Capita



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: