Luanda - Escutei o Dr Mário Pinto de Andrade no noticiário das 20:00 na RNA que o MPLA não tem nada a ver com a anulação do XIII Congresso da UNITA que elegeu o Eng. Adalberto Costa Júnior ao cargo de Presidente da UNITA. Quem acredita nisso?

Fonte: Club-k.net

Esqueceu-se que o MPLA que mandou dizer por via do Novo Jornal que ia combater Adalberto Costa Júnior até a exaustão. Foi o MPLA que disse que Adalberto Costa Júnior era estrangeiro, foi o MPLA que disse depois que Adalberto Costa Júnior tinha a liderança da UNITA por um fio. Foi por pressão do MPLA que o Dr Manuel Aragão demitiu-se do TC para ser colocada lá a sua militante, que depois de pronunciamento que parecia alinhado com a CRA e a Lei, no dia de sua investidura, vem exactamente fazer o contrário, ou seja alinhou com a estratégia do MPLA.


Este é o sentimento geral que se instalou na sociedade.

 

Para merecer respeito dos cidadãos e das organizações políticas, as instituições do Estado dever agir segundo a sua vocação e missão.

 

O TC se quiser fazer-se respeitar deve deixar de ser manipulado pelo regime político. A CNE também.

 


Há aqui um histórico das decisões do TC e da actuação da CNE que em circunstâncias diferentes nem mereciam serem chamados como tal, porque são na prática como que apêndices do partido no poder.

 

Não há nada que na prática desses órgãos os afasta do MPLA. Nada. Não é só uma questão de desconfiança. É um problema real. O MPLA usa instituições do Estado em seu favor. Quem garante que a nova sede da CNE construída que está bem ao lado do Palácio será independente. Ainda mais com o túnel de ligação que dizem haver...

 


As paredes da CNE deviam ser transparentes e a instituição devia ser aberta aos cidadãos porque é ali que se manuseia o poder do povo.

 

Durante os anos que Angola conta de eleições nunca o escrutínio foi uma operação transparente. Até mesmo os comissário da oposição não costuma controlar nada, "só assustam já está", como tem feito questão de recordar Bento Bento. Como nunca houve escrutínio, a nenhum nível como ficou evidente nas discussões da lei de revisão da CRA, há um gabinete em algum sítio onde são distribuídos os mandatos e a CNE só tem cabido o papel de divulgar o que nunca é sabido previamente pelos seus comissários .


É MBUANDJA.

Portanto, as instituições deve trabalhar para merecer respeito dos cidadãos do País.

 



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: