Lisboa – O Presidente João Lourenço, está em vias de confirmar José Gonçalves Martins Patrício como próximo Presidente do Conselho de Administração da Sonangol, sucedendo no cargo, o engenheiro Sebastião Pai Querido Gaspar Martins.

Fonte: Club-k.net

José Gonçalves Martins Patrício exerce desde 2018, o cargo de Embaixador Extraordinário e Plenipotenciário da República de Angola na Turquia. De momento encontra-se em Luanda, acompanhado o presidente deste país, Recep Tayyip Erdoğan, que cumpre uma visita de Estado. O diplomata regressa dentro de dias a Istambul para pegar os seus pertences de modo a estar de volta a Luanda, para tomar posse como novo patrão da petrolífera estatal angolana.

 

De 67 anos de idade, José Gonçalves Martins Patrício foi antigo secretario para informação do gabinete do Presidente José Eduardo dos Santos tendo participado nos acordos de Bicesse em 1991, em Lisboa. Depois exerceu funções na diplomacia angolana entre 1991 a 2001, inicialmente como Representante de Angola na Organização dos Estados Americanos, seguindo se a sua nomeação como 1º Embaixador de Angola nos Estados Unidos da América, mais tarde Portugal e, por fim, representou o País na Organização das Nações Unidas, ONU em Nova Iorque. Depois de regressar ao país, foi a figura de renome internacional escolhida pelos britânicos  para gerir a multinacional petrolífera British Petroleum (BP Angola), retirando-se depois para actividade empresarial privada.

 

Em 2016, um ano antes de JES abandonar o poder o nome de Patrício esteve na lista dos potenciais quadros para liderar a Endiama. Na altura, o Club-K, havia reportado que o convite presidencial fora precipitado no seguimento de um pedido do Ministro da Geologia e Minas Francisco Queiroz solicitando o afastamento do actual PCA Antônio Carlos Sumbula com quem , este teria se incompatibilizado.



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: