Luanda - Na referida crónica (publicada aqui neste jornal), Jacques Arlindo dos Santos alude à recente “trapalhada” política e diplomática do ministro da Administração e Território angolano, Marcy Lopes em Lisboa.

Fonte: JornalOkwanza

Por criticar ministro Marcy Lopes

A Direcção Editorial do “ Jornal de Angola” sequer dignou-se, até ao momento, dar uma explicação a Jacques Arlindo dos Santos. “Não deu nenhuma explicação. O kota, como faz todos os domingos de amanhã cedo, enviou-nos o texto, convencido de que o jornal (de Angola) publicaria, até que alguém, a partir de luanda, disse-lhe que o jornal (de Angola) não tinha publicado. Foram evitando falar com ele. Conhecendo o MPLA, de que foi deputado, foi falando com malta do Bureau Político (BP) que tentou justificar com o desconhecimento dos vídeos das asneiras do ministro Marcy Lopes”, adiantou fonte próxima a Jacques dos Santos a este jornal.

 

Escritor, cronista angolano e ex-deputado à Assembleia nacional pelo MPLA, Jacques Arlindo dos Santos nasceu a 6 de Janeiro de 1943, em Dala-Uzo, no Libolo. Foi Diretor Administrativo e Diretor Técnico da Empresa Nacional de Seguros e Resseguros de Angola (ENSA).

 



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: