Luanda - A Fundação de Arte Nesr em Angola, financiada pelos filantropos Hiba e Wissam Nesr, anunciou hoje a criação de um programa de residência, no qual participam já os artistas angolanos Pamina Sebastião e Osvaldo Ferreira.

Fonte: Lusa

"A nova fundação independente de arte foca-se no apoio a artistas angolanos através de uma plataforma para o diálogo e intercâmbio dentro de África e internacionalmente; a função garante um espaço para a pesquisa artística, produção e discurso crítico através das suas residências coleções e projetos educacionais, tendo como epicentro um centro criativo em Luanda", lê-se num comunicado enviado à Lusa.

 

O programa de residências "está aberto a todos os artistas emergentes angolanos e a seleção é feita por um comité profissional de artes internacional e local no seguimento da abertura de candidaturas", acrescenta-se, explicando que o programa vai acolher oito artistas por ano, em quatro sessões de dois a três meses, acolhendo dois artistas de cada vez.

 

"A fundação espera acrescentar à cena artística angolana um espaço importante e vocacionado para o panorama internacional", afirmaram os fundadores, citados no comunicado.

 

 



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: