Lisboa - O Presidente João Manuel Gonçalves Lourenço viaja na próxima segunda-feira (8), a cidade da Praia, República de Cabo Verde para participar na cerimonia de tomada de posse de José Maria Pereira Neves, o vencedor das eleições presidenciais deste país realizada no passado dia 23 de Outubro.

Fonte: Club-k.net

José Maria Pereira Neves, foi primeiro-ministro de Cabo Verde de 2001 a 2016 e membro do Partido Africano para a Independência de Cabo Verde (PAICV), cuja eleição como Presidente da República abre caminho para uma coabitação com o primeiro-ministro Ulisses Correia e Silva, do Movimento Para a Democracia (MPD).

 

O PAICV de José Maria Pereira Neves, é um dos principais partidos do país, sendo o responsável pelo processo que culminou na independência de Cabo-Verde e na condução política nos primeiros anos de existência deste país. É parceiro histórico do MPLA, o que faz com que João Manuel Gonçalves Lourenço esteja presente nesta tomada de posse.

 

Não fez parte da cerimonia de tomada de posse dos presidentes eleitos do Malawi, e da Zâmbia, países em que os lideres da oposição ascenderam ao poder.

 

Por “regra”, o Presidente angolano, João Lourenço não participa em cerimonias de tomada de posse de Presidentes africanos que não sejam de partidos políticos amigos ao MPLA. O debate é animado com constatações de uma alegada dificuldades do líder angolano em anular as suas preferências partidárias enquanto Chefe de Estado.

 

A bem pouco tempo, a República de São Tomé e Príncipe realizou a segunda volta das eleições presidenciais em que saiu vencedor Carlos Vila Nova, o candidato apoiado pelo maior partido da oposição (ADI). O candidato derrotado Guilherme Pósser da Costa, foi apoiado pelo MLSTP-PSD, o partido conhecido como parceiro histórico do MPLA, na luta de libertação nacional. O evento de tomada de posse do presidente eleito de São Tomé realizou se no dia 5 de Setembro. O Presidente João Lourenço, não compareceu. Despachou o seu “vice”, Bornito de Sousa para o representar.

 

Para Cabo Verde, o Presidente João Lourenço já confirmou a sua presença. O Presidente dos EUA fez o mesmo enviando uma delegação composta pelo ministro do Trabalho, Marty Walsh, e pela responsável de África no Conselho de Segurança Nacional na Casa Branca, Dana Banks.

 



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: