Lisboa - Um cidadão português foi detido em Luanda, Angola, na terça-feira, quando ameaçava uma mulher. Segundo as autoridades, o homem tinha na sua posse dez armas de fogo, munições e uniformes das Polícia Nacional e das Forças Armadas angolanas.

Fonte: IONLINE

De acordo com um comunicado do Serviço de Investigação Criminal (SIC), citado pela agência Lusa, o português, de 50 anos, ameaçou a mulher angolana, a quem terá usurpado um terreno, com uma arma de fogo, quando esta queria ter acesso ao mesmo.

 

A proprietária terá efetuado uma queixa-crime, o que levou a que fosse emitido um mandado de revista, buscas e apreensão pelo Ministério Público.

 

Segundo a mesma nota, na residência do homem foram encontradas dez armas de fogo, duas caçadeiras, uma arma de pressão de ar, cinco carregadores com 94 munições de AKM, 29 munições de 'galil' -metralhadora israelita -, 29 cartuchos de caçadeira, 12 munições de pistola e 26 munições de carabina. Além disso, o português tinha ainda fardas da Polícia Nacional e das Forças Armadas Angolanas, 12 pares de botas, um rádio de comunicação, 12 cassetetes de borracha e diversos uniformes com símbolo de uma empresa de segurança.

 

A detenção ocorreu no âmbito de uma operação denominada ’45 Graus’, com o objetivo de reduzir a criminalidade violenta no país. O português, suspeito de crimes de usurpação de imóvel e ameaças com arma de fogo, ficou em prisão preventiva.

 

A investigação vai continuar.

 



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: