Luanda - Sempre deixei claro que conhecendo o Presidente da República João Lourenço e o seu MPLA como conheço, as palavras proferidas pelo Padre não ficariam impune e que o MPLA iria responder com tudo e até provavelmente sairia ou sairá um Comunicado do Bureau Político do MPLA a repudiar as ditas palavras e sairá também muita contra Informação em relação a pessoa do Padre por meio das bocas de alugueres e do Gabinete de Acção Psicológica em vista a manchar o bom nome deste.

Fonte: Club-k.net

Dentre as consequências ou retaliações a vistas por causa destas palavras temos Informações segundo as quais a TPA recebeu orientações da Direção do MPLA de não voltar a transmitir os cultos da Igreja Católica que eram transmitido aos Domingos até que haja um pedido de desculpas pública por parte do Padre ao Presidente João Lourenço.

 

Mas contudo, quero também enfatizar que este mal  estar entre a Igreja Católica e o JLO-MPLA que já dura algum tempo e que ganhou corpo com o Comunicado da CEAST e agora com as palavras do Padre Belmiro pode se não for resolvido a tempo criar sérios problemas para o País, principalmente, para o próprio MPLA, - ou seja, sem sobras de dúvidas podemos estar diante da Temporada 2 de Kabila, versão Angolana na pessoa de João Lourenço, ou seja, o MPLA pode ser o que é ou o todo Poderoso que faz e desfaz mas diante da Máfia e da Maldade da Igreja Católica não é nada, isto é, do mesmo jeito que a Católica esteve por detrás da caída do Joseph Kabila na RDC, Laurent Gbagbo na Costa do Marfim, Pablo Scobar Cartel de Medellín na Colômbia, bem como estar por detrás do maior embargo Económico do mundo feito a um País, no caso da Cuba, ou melhor, se calhar muita gente não sabe mas antes dos Estados Unidos da América aplicarem o embargo Económico a Cuba, a Igreja Católica foi a primeira Instituição Religiosa e Governamental do mundo aplicar um embargo Religioso e Económico a Cuba e a se retirar deste País e os demais Estados só seguiram, com isto quero eu dizer que a Igreja Católica poderá levar o MPLA a falência como fez com os Regimes supracitados e não só, então é preciso que o MPLA e o seu Líder tenham algum cuidado ao lidarem com esta situação sob pena de caírem como os demais caíram e para Igreja Católica isto será mais fácil do que nunca.

 

É melhor que o MPLA não subestime o Poder dos Padres e tão pouco da Igreja Católica no seu todo, pós, não estamos diante de uma universalizinha que foi levada a julgamento com muita coisa por se esclarecer, - estamos a falar de uma Organização que para além de Religiosa, é um Estado, Vaticano, e os seus Padres são Embaixadores do Vaticano Acreditados num País então qualquer arranhão o País Acreditante há-de esclarecer o que houve com os Embaixadores do Vaticano caso contrário pagará as consequências que julgo serem graves.

 

E por outra, vejo pessoas a questionarem ou indignadas com o Padre Belmiro Chissengueti por estar sempre a falar de Política, quero falar para todos vocês que a Igreja Católica pertence a um Estado chamado Vaticano então ela não está apenas para Religião mas também para a Política, logo, é normal vermos um Padre a fazer Política porque ele pertence a um Estado Político-religioso o que lhe dá legitimidade de falar o que muitos não querem ouvir.

 

= Osvaldo Tchingombe = Sociólogo Independente & Comunicador/Analista Político..."Salúte'...

 



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: