Luanda - João Manuel Gonçalves Lourenço, apesar de estar a manobrar traindo o juramento feito na altura do seu empossamento como terceiro Presidente de Angola e segundo Presidente constitucional da República de Angola, não será reeleito para o segundo mandato.

Fonte: Club-k.net

O Povo angolano está preparado para dar este salto em 2022. A juventude na vanguarda da "Terceira Revolução Democrática" dá apenas duas chances; 1a Chance sair pela via eleitoral. 2a chance, sair pela via que Ele escolher. Não tem terceira chance.


O Povo Angolano e sua juventude já não têm nenhuma dúvida sobre o que querem para depois de 2022; Adalberto Costa Júnior Presidente da República, Governo de Salvação Nacional Inclusivo, iniciar processo de unidade nacional com aprofundamento da reconciliação nacional.


É urgente lançar os agentes da desestabilização para o lixo da história, unir todos angolanos. Já se perdeu muito tempo com o uso da violência e da perseguição em 90% do tempo e dos recursos do Estado.


Vamos levantar uma Agenda Nacional Inovadora que possa vir a ser conhecida como "O Modelo Angolano" que discuta conteúdos sobre a reforma do Estado, o modelo social, económico e cultural.

Un modelo político que centraliza a pessoa humana como primeira riqueza nacional do Estado. Que retira o angolano da periferia governativa para onde mais de 90% foi atirada desde o colonialismo aos nossos dias.

João Lourenço como governante já pertence ao passado. Não haverá força capaz travar está vontade. Valorosos filhos de Angola nas FAA, Polícia Nacional e Segurança de Estado juntem-se ao Povo e defendam-no. Uma Angola Nova está a nascer.

- OBRIGADO -



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: