Lisboa – José Eduardo dos Santos manifestou indisponibilidade para participar no próximo congresso do seu partido, depois de ter sido abordado, em sua residência no miramar, em Luanda,  por uma “delegação de bons ofícios” constituída por entidades religiosas que apresentou-se igualmente como “mediadora” para um possível  um encontro entre o mesmo e o Presidente da República, João Manuel Gonçalves Lourenço.

Fonte: Club-k.net

CONGRESSO SEM A PRESENÇA DO PRESIDENTE EMÉRITO 

Dos Santos declinou tanto o convite como um eventual encontro com o seu antecessor antes do congresso, prometendo, por outro lado, fazer uma comunicação pública, para “breve”.


Presidente emérito do MPLA, José Eduardo dos Santos liderou Angola por 38 anos detendo um poder quase absoluto. Hoje segundo informações, colhidas pelo Club-K, é um homem amargurado ao ver os seus filhos enfrentarem alegadas persecuções judiciais, mas também magoado por ter o seu legado minimizado pelo seu sucessor.


Os seus colaboradores mais próximos desapreciam ver a direção do MPLA, usar o seu nome pela negativa na propaganda que insinua que a sua família esteja apoiar a UNITA para chegar ao poder, em Angola.


Desde que reformou-se da vida política, JES chegou a passar mais tempo em Barcelona tratando da sua saúde tendo regresso há poucos meses a Angola, depois de receber apoio de um amigo, o Presidente da Guiné Equatorial Teodoro Obiang Nguema Mbasogo.

 

 



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: