Luanda - O major das Forças Armadas Angolanas (FAA), Pedro Lussaty, encontra-se em estado grave no Hospital Prisão de São Paulo, onde está preso desde Junho do corrente ano, informou um dos advogados ligados ao processo.

Fonte: Jornal O Crime

Segundo a fonte, os advogados deixaram de ter acesso ao processo porque aquela unidade penitenciária tem “barrado” o acesso, isto é, faz de tudo para omitir a informação.


Recorda-se que o major Pedro Lussaty, considerado a principal figura deste processo, foi detido no âmbito da “Operação Caranguejo”, na qual se procedeu à apreensão de milhões de dólares, euros, kwanzas, carros de luxos e outros bens.


Recentemente, a Procuradoria-Geral da República (PGR) formalizou a acusação dos mais de 20 arguidos, implicados no caso Lussaty, entre militares e civis, acusados dos crimes de peculato e recebimento indevido de capitais.

 



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: