Lisboa – Está a ser animada na família presidencial angolana, discussões sobre a possibilidade de se transferir uma moradia da família, localizada no bairro Bethesda, do Estado de Maryland, EUA, para um neto de 6 anos, filho de Jéssica Lourenço dos Santos.

Fonte: Club-k.net

A referida residência familiar (de cinco quarto) foi comprada em Julho de 2013, ao preço de USD 1, 730, 000, quando Ana Dias Lourenço se encontrava a exercer funções no Banco Mundial em Washington. A mesma foi sendo paga a prestação, e na altura a vendedora Rose Carol exigiu apenas de Ana Lourenço prova de capacidade financeira de rendimentos anuais de cerca de 200 mil dólares.


A propriedade está em nome do casa presidencial. A “aventação” de transferir para o neto é associada ao facto de o menor ter nascido nos EUA, mas também para evitar constrangimentos futuros por parte de paparrazes.


Para além da residência nos EUA, o casal presidencial conta no seu património, varias fazendas em Angola, participações em empresas, cujo acompanhamento foi delegado a um filha, Cristina Giovana Dias Lourenço. Um filho, Henrique Lourenço “Iko”, formado em geologia, é referenciado como estando a sentir se  “cativado” pelo sector dos diamantes.


A família presidencial tem dado sinais de evitar  conotações a praticas atribuídas ao antigo inquilino da cidade alta. Por decisão de Ana Dias Lourenço, um sobrinho desta, Nádio Emanuele Maciel Farmouse, foi compulsivamente retirado do negócio de fornecimento de viaturas para o ministério da Defesa Nacional, que vinha fazendo antes do casal presidencial chegar ao poder.

 



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: