Luanda - O departamento de patologia da faculdade de medicina da Universidade Agostinho Neto, registou no dia 15 de Outubro corrente um record de classificação no trabalho de licenciatura de um estudante nas últimas duas décadas.


Fonte: Club-k.net


O jovem Adalberto Crisóstomo Luciano Stover de 27 anos de idade obteve 20 valores de nota, isto mesmo, 20 valores no trabalho apresentando sobre “autópsia - diagnóstico post-morten efectuado em indivíduos autopsiados na morgue central de Luanda de Janeiro a Dezembro de 2008”.


Numa apresentação de 15 minutos, o trabalho do novo médico Adalberto Stover, de acordo o corpo de Júri dirigido pela Dra Maria Madalena Machado Pakissi, trouxe elementos bastante úteis e novos que vão obrigar a corrigir os métodos de registo na área de ginecologia, no que diz respeito aos casos de perfuração uterino decorrente de abortos, para além do alerta segundo o qual mais de 60% de casos estudados ligados a vítimas de acidentes mortais em Luanda ocorrem na faixa etária dos 24 aos 29 anos de idade.


Segundo ainda a Juri, a dimensão do trabalho ora apresentado ultrapassa o fórum da faculdade de medicina, propondo não só a sua publicação oficial, como também ser levado a um congresso ou outro fórum superior ao da faculdade.

 

Pela nota alcançada, a Direcção do Departamento na cadeira de medicina legal solicitou a integração do jovem Adalberto Stover para a docência. O recém-formado médico explicou as razões que o levaram a desenvolver este trabalho aturado, inspirado, segundo disse nas jornadas científicas que a faculdade de medicina realizou sobre a matéria, e na ânsia de encontrar as causas de tanta morte violenta e a busca de soluções para a redução dos índices registado no seu estudo. Recomendou por isso no seu trabalho mas investimento do estado e organizações afins na educação cívica dos cidadãos.


Recorde-se que para o presente ano a faculdade de medicina reservou o mês de Outubro para a apresentação e defesa dos trabalhos de fim do curso de licenciatura, onde o jovem Adalberto Stover tirou nota máxima, 20 valores no departamento de patologia, cadeira curricular de medicina legal, seguido do jovem João Epalanga Júnior Vidro de 25 anos de idade, com 19 valores conseguidos no dia 19 de Outubro corrente, que apresentou o trabalho sobre Influência do consumo de sal sobre a pressão arterial, orientado pelo departamento de ciências fisiológicas da Faculdade de Medicina da Universidade Agostinho Neto.



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: