Luanda - A Polícia Nacional de Angola anunciou ontem ter detido os autores das mortes de dois cidadãos portugueses que foram assassinados nas últimas semanas nos municípios de Viana, nos arredores de Luanda, e Catete. Entre eles, apurou o CM, estão elementos da própria corporação policial de Angola, nomeadamente um intendente.

Subintendente da Polícia Nacional

De acordo com o superintendente Jorge Bengue, porta-voz da polícia local, foram detidas ao todo quatro pessoas, com idades entre os 22 e 23 anos, suspeitas da morte violenta de José Manuel Guimarães (Foto esq.). Recorde-se que o português, natural de Póvoa de Lanhoso, Braga, resistiu a um assalto em Viana no dia 5 deste mês e acabou abatido a tiro na presença de uma mulher, que se encontrava com ele, conforme o CM avançou na altura.

No caso do outro português, de 50 anos, assassinado a 26 de Junho em Catete, na província do Bengo, a polícia angolana prendeu quatro pessoas: o mandante – um sócio angolano da vítima – e os executantes, entre eles um subintendente da Polícia Nacional, auxiliado por dois outros homens.

-- Nota: Consulte --
* Últimos artigos/relacionados publicados: - Portugueses em Angola no Club-k

Fonte: Correio da Manha



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: