Luanda - Dois “kupapatas” (moto-taxistas) morreram nesta quinta-feira, 27 de Janeiro, em consequência de um acidente envolvendo um camião que transportava pedras. O acidente deu-se em frente à escola Saydi Mingas.

Fonte: VOA

Os agentes da polícia transportados em dois patrulheiros não foram suficientes para travar a fúria dos kupapatas que queriam aparentemente fazer justiça por suas próprias mãos.

 

A policia que protegia o motorista foi apedrejada pelos moto-taxistas e uma jornalista presente no local disse que dois agentes quase foram linchados pela multidão.

 

A jornalista Ester Culembe disse ter visto dois agentes da polícia a serem desarmados por moto-taxistas e a implorar pela vida.

 

"A polícia esteve lá para intervir mas em contrapartida os moto-taxistas revoltaram-se contra a polícia. Até houve polícias que imploraram pela vida, para não serem mortos", disse.

 

"Os automobilistas dos carros pesados não respeitam os motoqueiros", disse um dos moto-taxistas.

 

No cruzamento da Avenida Cinco de Abril com a estrada do mercado do mesmo bairro, os kupapatas protagonizaram actos de queima de pneus paralisando a circulação dos veículos.

 

A policia promete reagir nas próximas horas. 



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: