Luanda - Em Viana, polícia e familiares trocam acusações sobre a morte de três Jovens que foram conduzidos à cadeia no último fim-de-semana.

O comando municipal diz que morreram por asfixia, enquanto a família acusa os efectivos da corporação de os ter espancado violentamente, antes de seguirem para a cela.

As vítimas haviam sido conduzidas à cadeia na passada sexta-feira, depois de se envolverem em pancadarias com grupos rivais no bairro novo, em Viana.

Familiares contaram à Rádio Ecclésia que a polícia deteve pessoas inocentes, reclamando por isso a intervenção da justiça.

Segundo José Makieka, familiar de uma das vítimas, a polícia precipitou-se e acusa os agentes de terem violentado os jovens, antes da prisão.

O Comandante da Divisão de VIANA, Filipe Massala nega esta acusação. Um dos jovens faleceu na cela e os outros 2 acabaram por sucumbir no Hospital militar de Luanda. 

O Conselho de Coordenação dos Direitos Humanos de Angola já condenou a acção.


Fonte: Apostolado



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: