UAN deixa de ser a única universidade pública

Luanda - A Universidade Agostinho Neto deixou de ser a única universidade pública em Angola, 47 anos depois da sua fundação, por decreto-lei 44530, de 21 de Agosto de 1962, então integrado na Universidade portuguesa.

Esta quarta-feira o Conselho de Ministros aprovou a criação de seis novas Universidades e definiu a divisão do país em sete regiões universitárias.

A Universidade Agostinho Neto mantém a sua sede em Luanda, integrando a província do Bengo.

A cidade do Huambo será a sede da Universidade José Eduardo dos Santos, com extensão no Bié e Moxico.

A Universidade Mandume, com sede no Lubango, abarca as regiões formadas pelas províncias da Huíla, Namibe, Cunene e Kuando Kubango.

Cabinda é a sede da Universidade 11 de Novembro, cobrindo igualmente a província de Cabinda.

Outra Universidade pública, designada Kimpa Vita, tem a sua sede no Uíge, estendendo-se até ao Kwanza-Norte e, por último, a Universidade Lwegi, com sede na Lunda-Norte, com extensão na Lunda-Sul e Malanje.

Fonte: Apostolado



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: