No acto de apresentação à imprensa, o segundo sargento Nanicupovela Nongo disse que tudo aconteceu no município do Kilamba Kiaxi, no dia 18 de Dezembro de 2008, quando um amigo lhe propôs um assalto à empresa onde trabalhava.

Nanicupovela Nongo disse que tinha a garantia do amigo de que nada de errado ia acontecer e o assalto ia render 150.000 dólares. “Estávamos a conviver quando o meu amigo me fez o convite. Sem reflectir, cometi o erro, de que muito me arrependo”, frisou o sargento expulso.

“Nunca tive este tipo de prática, não sei o que me deu na cabeça para cometer este assalto. Juro por Deus que não gastei o dinheiro e nunca foi minha intenção gastá-lo. Assim que aconteceu o assalto, fui logo dar participação às autoridades e devolvi o dinheiro”, disse o sargento arrependido.

Os agentes Basílio Domingos Caetano e Manuel Adão Vicente, colocados no Comando da Divisão de Viana também foram expulsos porque se dedicavam à prática de furtos sistemáticos de peças de viaturas apreendidas, no parque da Polícia no Município de Viana.

Basílo Caetano disse que estava escalado no seu posto de trabalho no dia 22 de Dezembro do ano passado, quando cometeu o crime. A Polícia Nacional, no acto de investigação, descobriu que existe uma rede de furto de peças de viaturas apreendidas, que precisa ser desmantelada.

Foram encontrados no interior do carro de Basílio Caetano um vidro lateral de uma viatura de marca Toyota Starlet, placas electrónicas e outros acessórios. As peças estavam a ser comercializadas no valor de 3.000 Kwanzas. Arrependidos pediram desculpas aos lesados.

Aplicadas 100 multas
por irregularidades

As ultrapassagens e as mudanças de direcção irregulares resultaram em 100 multas diversas aplicadas aos automobilistas pela Polícia de Trânsito em Luanda.

De acordo com o porta-voz do Comando Provincial da Polícia Nacional, sub inspector Nestor Goubel, 70 automobilistas foram mul-tados por ultrapassagens e mudan-ça de direcção irregulares, maioritariamente na zona baixa da cidade, que abrange o município da Ingombota.

As restantes multas foram passadas pelo facto dos condutores transporem a linha contínua, circularem à esquerda da faixa de rodagem, pararem e estacionarem em locais proibidos. Também foram aplicadas multas por não cedência de prioridade de passagem.

Por outro lado, a operação “Stop” realizada pela Polícia culminou com a apreensão de cinco viaturas por falta de documentos e remoção de outras 16 por mau estacionamento. Foram ainda detidos dois elementos por estarem desencartados nos municípios da Ingombota e Maianga. Registaram-se igualmente 11 acidentes de viação, que resultaram em um ferido.

Na madrugada de segunda-feira, Domingos Januário, engenheiro bioquímico, por volta das 02h20, subiu o passeio na rua das traseiras da Praça da Independência, junto à Casa 70, e derrubou três postos de iluminação e um banco de jardim, causando danos de 5.000 dólares. Domingos Januário já se encontra a contas com a justiça.

* Manuel Albano
Fonte: Jornal de Angola



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: