Luanda - Eugénio Cesar Laborinho, é identificado, em círculos empresariais em Luanda, como o ministro do “inner circle” do Presidente João Lourenço que estará a dar sinais de expandir os seus negócios privados para o sector dos diamantes.

Fonte: Club-k.net

Segundo apurou o Club-K, a inserção do governante no sector mineiro é por via da empresa MOQUITA na qual está presente o seu filho “testa de ferro”,  igualmente gestor de uma  empresa familiar.


Constituída em Dezembro de 2020, a empresa MOQUITO na qual a família Laborinho controla 10% das participações, integra agora o consorcio “Mina de Moquito” que beneficiou há poucos anos de uma renovada licença de prospecção de direitos mineiros numa extensão de 195 Km2, na área do Moquita, Município do Lucapa, Província da Lunda-Norte. Faz ainda parte desta cooperativa a estatal Endiama, a Rio Branco e a portuguesa Luso Global Mining.


Em Julho de 2020, a televisão angolana (TPA), anunciou que depois dos trabalhos de prospecção a cooperativa de Moquita previa produzir, numa fase inicial, cinco mil quilates de diamantes/mês, em três blocos de exploração.

 



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: