Luanda - O ministro da Administração do Território confirmou recentemente que estão registados para votar cerca de 14 milhões de eleitores, que resultam dos que actualizaram seu registo, sem contar naturalmente com os que não actualizaram o registo e que já compõem o Ficheiro Informático dos Cidadãos Maiores.

Fonte: Club-k.net


MINSA diz que hã no país 16,8 milhões de cidadãos com idade adulta

De acordo com apurações, quando se iniciou o processo de vacinação contra a Covid-19 o ministério da Saúde avançou que havia no País 16,8 milhões de cidadãos com 18 ou mais anos, que se estima que vivam em Angola cerca de 300 mil estrangeiros, pelo que existe um diferencial de 2,5 milhões que não estão na base de eleitores, relativamente aos agora anunciados 14 milhões de eleitores.

 

Marcy Lopes fez saber que os dados são provisórios e serão apresentados à Comissão Nacional Eleitoral (CNE), nos próximos dias, para o início dos trabalhos preparatórios de realização do processo eleitoral que dependem do Ficheiro Informático dos Cidadãos Maiores.

 

Relativamente à entrega do Ficheiro Informático dos Cidadãos disse que o mesmo será entregue definitivamente à CNE até 10 dias após a convocação das eleições gerais, por parte do Presidente da República, tal como dispõe a Lei Orgânica sobre as Eleições Gerais.

 

Com relação ao número de cidadãos que exerceram o direito do registo oficioso no estrangeiro, o ministro indicou que rondam em aproximadamente 18 mil cidadãos registados. Acrescentou que o processo de registo eleitoral foi levado a cabo nas 18 províncias do território nacional e no exterior do país foi feito na África do Sul, Alemanha, Bélgica, Brasil, França, Grã-Bretanha, Holanda, Namíbia, Portugal, República Democrática do Congo, República do Congo e Zâmbia. No entanto, no início do processo, o Ministro falava numa estimativa de 400,000.



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: