Luanda – A Direcção de Investigação de Ilícitos Penais da Polícia Nacional (DIIP) deteve no passado dia 11 de Maio, em Luanda, um cidadão nacional, de 39 anos de idade, que se fazia passar (ao telefone) por comissário da Polícia Nacional, que tentou coagir o Inspector Geral da ANIESA, Diógenes de Oliveira, na busca de vantagens para uma empresa actuada pelos inspectores desta instituição pública.

Fonte: Club-k.net

O referido cidadão, segundo apurou o Club-K, foi detido pela DIIP na sede da ANIESA após ter sido convidado pela vítima para uma audiência. Posto no local, o mesmo foi surpreendido pelas autoridades e recebeu ordem de prisão. O Ministério Público já tomou conta do caso.



Num outro caso, um cidadão de nacionalidade chinesa, de 44 anos, também foi detido pela DIIP, depois de tentar persuadir um inspector da ANIESA a receber suborno, após a suspensão temporária do seu estabelecimento.


O infractor, de acordo com a nossa fonte, decidiu retirar deliberadamente o selo da ANIESA posto na entrada das suas instalações e retomar a sua actividade de forma ilícita. Por este facto, o mesmo vai responder, em tribunal, pelos crimes de “Quebra de Selo”, “Corrupção Passiva de funcionário” e “Desobediência”.



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: