Luanda - A operadora internacional de transferências monetárias "Western Union" anunciou, nesta quarta-feira, em Luanda, o relançamento das operações em Angola, suspensas desde 2014.

Fonte: JA

Este regresso é resultado das reformas operadas pelo Banco Nacional de Angola no sistema financeiro, que assegura, neste momento, a disponibilidade de divisas para a retoma das operações de envio e recepção de moeda.

 

O presidente para Europa, Médio Oriente e África, Jean Claude Farah, a Western Union confia no mercado angolano e vai mobilizar recursos e tecnologias para garantir a normalidade e funcionamento do serviço.

 

Dados da Western Union avançam ainda que mais de 500 mil angolanos residem no exterior e podem desta forma beneficiar do serviço de transferências, além de milhares de estrangeiros que residem e trabalham em Angola.

 

Neste momento, a plataforma opera através dos bancos comerciais Millennium Atlântico (BMA), Comércio e Indústria (BCI), Fomento Angola (BFA) e a Unitransfer.



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: