Lisboa - A delegação governamental angolana que foi despachada a Barcelona para negociar com as filhas de Eduardo dos Santos, deu garantias ao Presidente João Manuel Gonçalves Lourenço, que  até a  final desta  semana estarão em Luanda com a caixa contendo o corpo do antigo Chefe de Estado. Uma aeronave privada para transportar a urna já se encontra em Espanha, desde sábado  para o feito.

Fonte: Club-k.net

Nesta segunda-feira (11), membros da delegação do governo tentaram sem sucesso convencer o Tribunal de  Barcelona, para que lhes fosse entregue o corpo de Eduardo dos Santos a pretexto de que o malogrado foi Chefe de Estado, e que o governo angolano  pretende  ter a tutela do corpo para ser levado a Luanda.

 

O Juiz  responsável pelo  processo rejeitou entregar o corpo a delegação angolana alegando que os restos mortais do antigo Presidente só poderão ser movimentados para fora do território espanhol mediante assinatura dos oito  filhos.

 

Segundo apurou o Club-K, de todos os filhos do antigo Chefe de Estado, apenas Joseane e o mais novo Breno dos Santos que concordam que o corpo seja entregue ao governo de Angola, para ser enterrado em Luanda. Danilo dos Santos tem posição neutra.

 

Os restantes entendem que o corpo de ser ainda preservado em Barcelona, temendo que um funeral para os próximos dias em Luanda, seria  usado  para proveito politico em beneficio da  campanha eleitoral   do Presidente João Lourenço.

 

De todos os filhos, o varão José Filomeno dos Santos “Zenu” é o  único que não está  em Espanha, pelo que o Tribunal precisará da assinatura do mesmo pelo  que poderá ser feita por procuração devidamente reconhecida. “Zenu” que gostaria de ter ido a Espanha se juntar aos irmãos, está impedido de viajar uma vez que as autoridades angolanas recusam devolver-lhe  o passaporte desde Agosto de 2019.



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: