Lisboa – O corpo do malogrado Presidente José Eduardo dos Santos deverá ser embalsamo, conforme decisão dos filhos, numa recente reunião familiar em Barcelona, onde todos se encontram, com expceção do filho varão José Filomeno dos Santos, que tem o passaporte retido pelas autoridades angolanas.

Fonte: Club-k.net

PARA MANTER  CONSERVADO ENQUANTO DECIDEM DATA DO ENTERRO

O argumento invocado, é de que tendo em conta que a data de transladar o corpo para Angola, continua a ser incerta e havendo muita gente a manifestar desejo de se despedir ao antigo Presidente, os filhos entenderam que o corpo deve ser submetido a um tratamento de conservação a longo prazo para que se mantenha preservado. Desta forma, quando for o momento de transladar para Luanda, o corpo vai ser colocado numa urna com vidraças para que as pessoas possam vê-lo e se despedir.

 

Para que isso se concretize, todos os filhos de Eduardo dos Santos devem subscrever uma autorização juramentada, uma vez que o corpo está em litígio e qualquer movimentação ou mexida no cadáver, em território espanhol, deve ser mediante a validação do Juiz de Barcelona responsável pelo processo.

 

De acordo com fontes do Club-K, depois de embalsamado, e caso as filhas do malogrado ganhem a causa, o corpo deverá ser guardado em Espanha provavelmente num jazigo. A posição dos filhos varia. Uns entendem que o corpo de JES, não deve ir a Luanda, antes das eleições para que o funeral não seja objeto de aproveitamento político em prol da imagem do MPLA. A filha, Tchizé dos Santos é a que apresenta posição mais dura defendendo que o corpo só será enterrado em Angola, quando João Lourenço, aquém ela acusa de ter acelerar a morto do pai, deixar o poder .

 



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: