Lisboa – Aquando foi ouvida pela primeira vez pelo juiz de Barcelona no âmbito do processo do caso “corpo de JES”, a antiga Primeira dama, Ana Paula dos Santos, apelou ao juiz que não levasse em conta a queixa movida contra si por Tchizé dos Santos alegando que a mesma sofre de transtornos mentais.

Fonte: Club-k.net

Tchizé dos Santos, por sua vez, sujeitou-se a ser analisada por um médico psiquiatra português, tendo este confirmado que observa ela desde 2016, e que a mesma “tem uma saúde mental plena, não padecendo de qualquer doença psiquiátrica”.

 

Segundo apurou o Club-K, a antiga deputada do MPLA, está a ponderar seriamente a avançar com uma outra participação contra a madastra por a difamar junto do juiz. Mas, também há sinais de recuo visto que tem levado em conta o facto de Ana Paula dos Santos, ser mãe dos seus irmãos.



Ana Paula dos Santos e as filhas mais velhas de JES disputam em tribunal pela tutela e destino a ser dado ao corpo do antigo Presidente angolana. Ana Paula que havia abandonado JES, durante os últimos cinco anos é favorável que se deva entregar o corpo ao governo de João Lourenço, para o merecido funeral de Estado. Já as filhas, entendem que ceder o corpo do pai, antes das eleições poderá ser aproveitado para dividendos políticos. As filhas são de opinião que o pai foi marginalizado e que o corpo só deve ser transladado para Angola depois de Lourenço abandonar o poder.



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: