Lisboa – O ministro e Chefe da Casa Militar da Presidência da República de Angola garantiu recentemente que só sairá de Barcelona, com o corpo do antigo Presidente José Eduardo dos Santos. Furtando transmitiu esta posição ao Brito Sozinho, amigo de infância de JES, que regressou a poucos dias desta cidade espanhola, onde fora mandatado para ajudar a convencer as filhas de JES, a entregar o corpo do pai, antes da campanha eleitoral do MPLA.

Fonte: Club-k.net

Num depoimento publicado neste final de semana pelo semanário “Novo Jornal”, o embaixador Brito Sozinho descreve que esteve recentemente com a familia do malogrado em Barcelona, com realce a irmã Marta dos Santos, e que “foi tudo bem”.

 

Diz ainda que esta ala da família (que tem o apoio do governo) “não puseram nenhum impedimento”, tendo adiantado que deixou lá general Francisco Furtado, e que “Ele disse ‘camarada Brito, podes ir. Eu fico aqui. Tenho de sair daqui com o corpo”.

 

O nacionalista não revela como o general Furtado pensa em tirar o corpo de JES de Barcelona, se vai aguardar pelo desfecho da aguardada decisão do Tribunal, ou se em última hipótese, pensa em sequestrar o cadáver do homem que, no passado,  fê-lo Chefe do Estado Maior Geral das FAA.

 

Há poucos dias, vários analistas dentre os quais, o director do Correio Angolense, Graça Campos manifestaram medo de que o discurso belicista do general Francisco Furtado pudesse minar as conversações com a familia de Eduardo dos Santos.

 

Segundo Graça Campos, “Despachar” para Barcelona o “falcão” Pereira Furtado não foi uma boa mensagem para as “meninas” de JES. O que se precisa em Barcelona é de enviados com tato, diplomacia, paciência. Tudo, menos de pessoas que simbolizem o “quero, mando e posso”.

 

“Agora muito dado a discursos belicosos, o ministro de Estado e chefe da Casa de Segurança do Presidente da República não tem o perfil que as circunstâncias requerem”, conclui o director do Correio Angolense.

 



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: