Lisboa - As autoridades angolanas contrataram durante as últimas semanas, três diferentes advogados espanhóis para que cada um deles possa defender os filhos mais novos de José Eduardo dos Santos, a fim de contraporem os irmãos mais velhos, em tribunal, quanto a entrega por parte do Tribunal, do corpo do antigo Presidente da República de Angola, falecido no passado dia 8 em Barcelona.

Fonte: Club-k.net

Os três mais novos (do casamento com Ana Paula dos Santos) defendem que o corpo deve ser entregue ao governo de Angola para o imediato funeral de Estado e o respetivo enterro, conforme uma petição dos mesmos enviada ao Tribunal de Barcelona no passado dia 18.

 

Já os mais velho, entendem que, uma vez que o pai foi marginalizado pela governação de João Lourenço, o corpo seria usado para dividendos eleitorais pelo que sugerem que o pai, seja transladado para Angola, apenas depois das eleições. Uma das filhas Tchizé dos Santos, apresenta posições de que o pai, só deverá ser enterrado em Angola, depois de João Lourenço deixar o poder.

 

Os filhos mais novos de JES tem sido assistidos por uma delegação governamental chefiada pelo ministro Francisco Pereira Furtado que está a varias semanas em Barcelona, lutando pelo resgate do corpo do antigo Presidente. Terá prometido que não sairá desta cidade sem os restos mortais de Eduardo dos Santos.

 



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: