Lobito - A marcha pacífica da OMUNGA foi impedida pelas forças das armas! O mais caricato é que nem se quer o regime sabe interpretar a Lei de legitima defesa! Civis versus polícia armada. As brigadas caninas foram colocadas no ponto de partida do bairro da graça, no roteiro definido e no ponto de chegada centro da cidade.


Fonte: Club-k.net


Apesar da intimidação radiofónica e da presença física da polícia, os cidadãos não se sentiram intimidados, concentraram-se no ponto de partida, cerca de 200 almas, com camisolas brancas, onde estivaram escritas as seguintes palavras: “Não partam a minha casa”, discursaram para esclarecimento e encorajamento o Eng. Patrocínio e o Padre Pio Wakusanga, o senhor Ventura da AJPD e lido o comunicado da SOS Habitat.


Enquanto os governantes não tiveram medo do povo e por este a temer pelo governante, não haverá  paz, não haverá respeitabilidade, dos direitos humanos, não haverá democracia e “ipso facto”, não haverá desenvolvimento.