Luanda - Conforme o Apóstolo Paulo saudava, Graça e paz vos sejam dadas por Deus e por Jesus Cristo, nosso Senhor.

Fonte: Club-k.net

Segundo dados da Wikimedia movement disponíveis na internet, o Cristianismo existe em Angola desde o ano de 1491, com uma missão católica na região de São Salvador. João I, manikongo do poderoso Reino do Congo, converteu-se ao cristianismo, e seu filho, Afonso I, também cristão, tornou-se figura conhecida, reinando de 1509 a 1543.

Hoje, cerca de 80% dos angolanos pratica alguma forma de Cristianismo. Quer dizer que neste momento, os Cristãos são a maioria em Angola.


Em Mateus 5:13 o nosso Mestre Jesus Cristo disse: "Vocês são o sal da terra. Mas, se o sal perder o seu sabor, como restaurá-lo? Não servirá para nada, excepto para ser jogado fora e pisado pelos homens."


Irmãos, usando as palavras do Mestre, hoje e aqui podemos dizer e questionar: Cristãos Angolanos nós somos o sal de Angola, mas se perdermos o sabor, como seremos restaurados? Não serviremos para nada, excepto para sermos jogados fora e pisados pelos homens. Esta é a verdade!


Com efeito, representando 80% dos angolanos, matematicamente, quer dizer que em cada 10 Angolanos, 8 são Cristãos. É uma percentagem esmagadora. Se assim é, seria expectável que os valores Cristãos se fizessem sentir em grande escala no nosso país, sobrepondo-se as trevas. Porém, não é esta a realidade.


Cada vez mais se ouve falar em necessidade de resgate dos valores morais. As notícias do “Fala Angola” são um misto de terror e desespero. Os políticos dizem que os “marimbondos” dizimaram as riquezas do país e dentre eles, muitos também são Cristãos. Dentre os pastores ditos Cristãos, diz-se que muitos são mestres da extorção financeira...enfim, entrar no âmbito da pedofilia, feitiçaria, adultério, inveja, egoismo, ganância, etc. é desnecessário. Numa só palavra, podemos dizer que em Angola navega-se no mar do pecado... mas os Cristãos representam 80% da população. É um paradoxo!


Onde está o problema? Recordemos que o nosso Mestre disse em (Mt, 7,21): “Nem todo o que me diz: ‘Senhor! Senhor!’ entrará no Reino dos Céus, mas só aquele que faz a vontade de meu Pai, que está nos céus.”


A questão que se coloca é: os 80% de Angolanos Cristãos têm feito a vontade do Pai que está nos céus? Pelos vistos não. Não, porque se o fizessem, Angola seria uma embaixada do paraízo na terra, pois, materialmente falando, tem tudo para ser próspera.


Mas então qual é a vontade do pai que está nos céus? O Apóstolo Paulo falando aos Anciãos de Éfeso disse em Act. 20-26, 27: “Portanto, hoje vos proclamo que estou inocente do sangue de todos.
Porque jamais deixei de vos ensinar toda a vontade de Deus.


A melhor forma de sabermos a vontade de Deus é ler as diversas cartas de Paulo na santa Bíblia. Mas resumidamente, podemos afirmar que a vontade de Deus é a nossa santificação. Nossa santificação? Sim. Como assim e para quê? Para Deus habitar no nosso coração e fazer obras através de nós.

Ainda no antigo testamento (Lev 26-11, 12) Deus prometeu: “Estabelecerei a minha habitação no meio de vós e não vos rejeiterei jamais. Estarei no meio de vós, serei o vosso Deus e vós sereis o meu povo.” Esta é a promessa que Deus quer cumprir em nós neste tempo: habitar em nós, pois podemos ser o templo do espírito santo.

É o que Paulo trasmitiu em 2Cor 6 dizendo: “E que acordo pode existir entre o templo de Deus e os ídolos? Porquanto somos santuário do Deus vivo. Como declarou o próprio Senhor: “Habitarei neles e entre eles caminharei; serei o seu Deus, e eles serão o meu povo!” É um mistério espiritual, mas pode ser concretizado por Deus em todo o Cristão sincero.

Irmão, quer ser templo do Espírito Santo? Quer que Deus habite no teu coração e te dê a capacidade de ser sal em Angola, promovendo o amor e a paz? Então ponha em prática o que Cristo ensinou em Jo:14-23 “Se alguém me ama, obedecerá a minha palavra; e meu Pai o amará, e nós viremos até ele e faremos nele a nossa habitação.”

Antes, em Jo:14-21, o Mestre ensinou “ Aquele que tem os meus mandamentos e obedece a eles, esse é o que me ama; e aquele que me ama será amado por meu Pai, e Eu também o amarei e me revelarei a ele”.

Meu irmão, como testemunho, eis como pus em prática estes ensinamentos do Mestre e obtive resultado: baixei uma bíblia electrónica no telemóvel; copiei todos os versículos dos evangelhos que constituam ensinamentos/mandamentos do Mestre quer no sentido positivo como no negativo (v.g. faça isso, não faça aquilo); todos os dias demanhã, antes da oração matinal, passei a lê-los e meditá-los; ao longo do dia, em todas as circunstâncias, ia pondo em prática os seus ensinamentos.

A isto chama-se obedecer a Cristo e também processo de santificação.

Em certo dia se cumpriu em mim a promessa “Me revelarei a ele”, pois durante a noite tive a prova de que Jesus Cristo vive e actua no plano espiritual, pois apareceu-me em visão e perguntou-me se eu O amava. Fiquei atónito!... Tem dúvida? Experimente, não hesite.

Meu irmão faça o mesmo. Se os 80% assim procederem seremos sal, mudaremos Angola. Não esperemos que os políticos resolvam tudo. Nós devemos ser a solução para o nosso país, enquanto que, através da fé e da obediência aos ensinamentos de Cristo, caminhamos em direcção a nova Jerusalém nos céus, preparada para aqueles que forem odedientes a Deus e a seu filho Jesus Cristo.

Deus abençoe a nós e a nossa amada terra Angola. Amém.

Autor: Daniel

 



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: