Luanda - A inflação em Angola voltou a descer, pelo sétimo mês consecutivo, fixando-se nos 21,40% em julho, o nível mais baixo desde abril de 2020 e que corresponde a uma descida de 4,32 pontos percentuais em termos homólogos.

Fonte: Lusa

Segundo dados publicados pelo Instituto Nacional de Estatística (INE) de Angola, o Índice de Preços no Consumidor Nacional registou uma variação de 0,81% de junho a julho de 2022, uma desaceleração de 0,03 pontos percentuais, em termos mensais.


A variação acumulada desde o início do ano atingiu os 9,38%.

 

Em termos homólogos, a classe "Alimentação e bebidas não alcoólicas" foi a que mais contribuiu para o aumento do nível geral de preços com 0,36 pontos percentuais durante o mês de julho, seguida a "Educação" com 0,08 pontos percentuais, "Bens e serviços diversos" com 0,07 pontos percentuais, "Vestuário e Calçado", "Saúde" e "Mobiliário, Equipamento Doméstico e Manutenção" com 0,06 pontos percentuais cada.

 

A classe "Educação" foi a que registou o maior aumento mensal de preços, com uma variação de 3,50% em julho face ao mês anterior, destacando-se igualmente as subidas nos preços das classes: "Vestuário e calçados"com 1,68%, "Saúde" com 1,64% e "Bebidas alcoólicas e tabaco" com 1,40%.

 



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: