Luanda - Sabemos todos que a guerra provocou acontecimentos infelizes em nosso país, e que nenhum angolano de bem desejaria a sua repetição. Isto é um facto que deve ou deveria nortear as nossa diferenças.

Fonte: Club-k.net

A eleição sendo um ganho da paz, é um momento de festa, ou também aqui deveria ser, assim como votar continua sendo um direito cívico, e o voto um dos símbolos máximos da democracia. Neste, entretanto, é importante exercer este direito com zelo e prudência. Votar em listas que nos possam trazer soluções estruturantes e estancadora de conflitos sociais cíclicos e permanentes.


É importante por um termo as práticas antigas e consequentemente um fim aos vícios políticos que todos nós já conhecemos. De nada adianta evocarmos o passado para justificar a nossa desgraça, quando é cada vez mais evidente que a causa da nossa desgraça não foi somente a guerra, muito menos a crise financeira ou o COVID-19.


É Nesta senda, que urge a necessidade de um retiro de imaginação profunda sobre o Estado que se pretende construir e o caminho á seguir. A Miopia partidária não deve e nem pode ser os olhos que nos deve guiar para uma Angola melhor e inclusiva.


VOTE RESPONSÁVEL, VOTE POR UMA ANGOLA MELHOR

ANTONIO CORREIA



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: