Lisboa - Estão a ser identificadas em Ana Lemos, a apresentadora do telejornal da TPA, uma espécie de greve/resistência passiva por efeito de um suposto desagrado face  a inclusão de novas apresentadoras como Analtina  Dias para intercalar no  principal noticiário desta estação publica. É verificado que a mesma não aparece nos estúdios  quando, na ordem, de escala calha o seu nome para apresentar o telejornal.


Fonte: Club-k.net

Não aparece para apresentar o telejornal

Até, pouco tempo a mesma detinha o monopólio deste programa  e  intercalava com vozes masculinas como Ernesto Bartolomeu e Benedito Joaquim (aos fins de semana).  Para alem da inclusão de Analtina Dias, outra que voltou a apresentar este programa de informação é  Fernanda Manuel, uma jornalista que havia sido afastada na seqüência de  uma  hosilização interna perpetada ao tempo de Manuel Rabelais.


Inhanjika  agora na oposição


Invocando o mesmo tema, o blog “morrodamaianga”, denuncia que “Gonçalves Inhanjica (GI) é neste momento na TPA a figura que mais se tem destacado pelos seus pronunciamentos contra a nova Ministra da Comunicação Social, Carolina Cerqueira CC). GI tem vindo a destilar pelos corredores da TPA todo o rancor que sente pela Ministra com a utilização de adjectivos muito pouco simpáticos. GI terá ficado particularmente irritado com a indicação de Analtina Dias para pivot do Telejornal, acusando CC de estar a interferir na gestão da TPA.



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: