Lisboa – As autoridades angolanas contrataram uma equipa de especialistas sul africanos para dar tratamento de conservação a longo prazo (embalsamento) do corpo do antigo Presidente José Eduardo dos Santos, que chegou a Luanda, neste final de semana depois de um mês de disputa, em Barcelona, entre duas facções da familia do malogrado.

Fonte: Club-k.net

Segundo apurou o Club-K, o corpo foi levado inicialmente para a Clinica Girassol em Luanda, onde os trabalhos de conservação do corpo vai se realizar. Depois de concluído os trabalhos, o corpo vai repousar num jazigo no perímetro do mausoléu Dr Antônio Agostinho Neto.

 

A nível de Angola, o corpo de Antônio Agostinho Neto, foi o do primeiro angolano a ser submetido a um tratamento de embalsamento, em 1979. O segundo caso aconteceu nas matas de Angola com o embalsamento da mãe de Jonas Savimbi, em fevereiro de 1988. A anciã Helena Mbundu Sakato, viria falecer e o filho requisitou especialistas sul africanos para o processo de conservação tendo de seguida guardado o corpo num bunker. Quando o conflito armado terminou, Jonas Savimbi levou o corpo para ser enterrado no cemitério familiar em Lopitanga, província do Bié.

 



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: