Lisboa - O presidente da Comissão Nacional Eleições (CNE) , Manuel Pereira da Silva “Manico”, esta a ser acusado de ter mentido á nação,  durante a leitura dos resultados que 6 dos 17 membros do órgão colegial que dirige "furtam-se" a assinar a acta final.

Fonte: Club-k.net

Os 4 membros propostos pela UNITA demarcaram-se da reunião plenária, enquanto os comissários indicados pela CASA-CE e PRS, Rafael Daniel Aguiar e Adriana Setula Sepisó, respetivamente, se recusaram a subscrever os resultados definitivos, como notou o jornalista Nelson Sul de Angola.

 

“Ele também só citou no todo 12 membros tendo justificado a ausência de 3 justificada e 1 injustificada. Se os 5 deputados demarcaram-se antes dos resultados definitivos, quer dizer que assinaram apenas as actas provisórias, porque que o presidente disse que por unanimidade?”, o internauta Tony Cruz.

 

Segundo o veterano jornalista Reginaldo Silva, “a acta final da CNE não foi assinada por dois dos comissários presentes na plenária, a saber, Rafael Aguiar e Adriana Chitula Sépisso que também votaram contra”, notando que “ausentes desta plenária estiveram mais quatro comissários que são Isaías Celestino Chitombe, Maria Marcelina Lucanda Pascoal, Domingos Inácio Francisco (Vilhena) e Jorge Manuel Mussonguela”.

 

“Assim sendo, dos 17 membros que integram a CNE, apenas 1 dos 7 Comissários indicados pelos partidos da Oposição representados no Parlamento assinou e votou favoravelmente esta acta, onde a CNE deu conta oficial dos resultados definitivos apurados nas eleições gerais do dia 24 de Agosto de 2022”, concluiu Reginaldo Silva.

 

Segundo apurou o Club-K, o mandatário da UNITA, David Horácio Njunjuvili, ao participar naquela plenária da CNE tentou apresentar reclamações mas Manuel Pereira da Silva “Manico”, recusou receber dizendo que ficasse para depois. Com isso terá cometido uma infração eleitoral.

 

“Manico”, é igualmente acusado de ter mentido quanto as reclamações. Para Adriano Sapinalã, o responsável da UNITA, em Benguela, “o Presidente da CNE Sr Manico na tentativa de “acusar” o MPLA de ter ganho as eleições, faltou com a verdade quando disse que não houve reclamação nenhuma. A UNITA tanto reclamou como deixa aqui o conteúdo da sua reclamação assinada pelo seu Mandatário o Dr David Horácio Njunjuvili. Agora está o MPLA sem acção apesar de lhes estarem a “acusar” de ganhar as eleições mas não consegue festejar”.

 



DEBATE NAS REDES SOCIAIS:




DEBATE NO ANÓNIMATO: